Porto Velho (RO) domingo, 24 de março de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

SP ganhou 1 milhão de novos eleitores desde 2004


Agência O GloboSÃO PAULO - São Paulo ganhou quase 1 milhão de novos eleitores desde 2004, ano em que houve eleições para prefeitos e vereadores. Em 2004, quando houve eleições para prefeitos e vereadores, havia 27.055.013 pessoas aptas a votar. Este ano, segundo o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), são 28.037.734 eleitores. Esse número representa 22,27% do total de eleitores do país.Em todo o estado, haverá 413 zonas eleitorais, 67.011 seções, distribuídos em 8.538 locais de votações como escolas, ginásios esportivos. Só na capital, são 52 zonas eleitorais, com 18.942 seções e 1.649 locais de votação.A expectativa do TRE é que na maior cidade da América Latina 7.953.144 eleitores compareçam às urnas. A maior zona eleitoral da capital é Cidade Ademar, na zona sul, com 265.699 eleitores aptos a votar. Em seguida, está a zona eleitoral do Sapopemba, na zona leste, com 239.808 eleitores e Itaquera, na mesma região, com 239.416.Na capital, são 1.649 locais de votação.O local de votação que recebe o maior número de eleitores é o Instituto Mackenzie, localizado no bairro de Higienópolis, onde votam 20.894 pessoas.No Interior de São Paulo, a maior zona eleitoral está em Itaquaquecetuba, com 163.658 votantes. Depois vem Jundiaí, com 145.714 e Cotia, com 144.199.No domingo, serão eleitos o governador do estado de São Paulo (disputa entre 16 candidatos), um senador (19 candidatos), 70 deputados federais (entre 1.008 candidatos) e 94 deputados estaduais (disputa entre 1.624 candidatos).

Mais Sobre Política - Nacional

Câmara dos Deputados: CCJC aprova projeto de política nacional de prevenção ao suicídio

Câmara dos Deputados: CCJC aprova projeto de política nacional de prevenção ao suicídio

A deputada federal Mariana Carvalho (PSDB-RO), informou que Câmara dos Deputados, por meio da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC)

Vídeo: Mariana Carvalho comemora a aprovação do seu projeto em que o agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

Vídeo: Mariana Carvalho comemora a aprovação do seu projeto em que o agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

Projeto da deputada Mariana Carvalho (PSDB-RO) e do deputado Rafael Motta (PSB-RN) é aprovado no Senado Federal. O projeto determina que o agressor

APROVADO – Agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

APROVADO – Agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

O Plenário do Senado aprovou, nesta terça-feira (19), projeto que determina que o agressor nos casos de violência doméstica e familiar será obrigado a

Câmara dos Deputados aprova prioridade de matrícula para filhos de mulher vítima de violência

Câmara dos Deputados aprova prioridade de matrícula para filhos de mulher vítima de violência

Proposta permite ao juiz determinar a matrícula ou transferência de dependentes da mulher vítima de violência independentemente da existência de vagaO