Porto Velho (RO) segunda-feira, 20 de agosto de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Sanguessugas: Partidos ainda decidem futuro de parlamentares acusados de envolvimento


Agência O GloboBRASÍLIA - O destino de parte dos parlamentares citados no relatório final da CPI dos Sanguessugas deve ser decidido nos próximos 15 dias pela maior parte de seus partidos. Muitos, no entanto, só saberão se serão ou não expulsos de suas legendas após investigação e julgamento pela Câmara e pelo Senado.O PFL realiza reunião, na próxima terça-feira, para decidir o futuro dos seis parlamentares suspeitos de envolvimento na compra superfaturada de ambulâncias com recursos públicos. Já o PMDB deve discutir o assunto no dia 5 ou 6 de setembro, segundo a assessoria de imprensa do partido. Oito integrantes citados no relatório da CPI dos Sanguessugas são peemedebistas. O PT, por sua vez, deve anunciar na próxima semana o destino dos dois deputados supostamente envolvidos no caso.O PL, partido com maior número de parlamentares citados (19), só pretende se manifestar após decisão do Congresso Nacional, em cassá-los ou não, ou do Poder Judiciário. O PP, com 13 citados, e PSC, com um, também optaram por aguardar o julgamento dos parlamentares pelo Congresso.O PSB, por meio de seu Conselho de Ética, solicitou à CPI informações e documentos sobre o suposto envolvimento de parlamentares do partido. Por decisão da Executiva Nacional, o partido instaurou processos disciplinares contra os quatro deputados citados.O único deputado do PSDB supostamente envolvido, Paulo Feijó, deixou o partido espontaneamente.A assessoria de comunicação do PTB, com 16 citados, e PRB, com dois, não foram localizados.

Mais Sobre Política - Nacional

Do Pato Donald ao caos financeiro, Abril fecha revistas, demite 800 e entra em decadência

Do Pato Donald ao caos financeiro, Abril fecha revistas, demite 800 e entra em decadência

BLOG NOCAUTECom informações do Poder 360A Editora Abril, que já foi a maior do Brasil, acumulou dívidas de cerca de R$ 1,6 bilhão. Só na semana passad

Engenharia do caos: 27 milhões sem trabalho

Engenharia do caos: 27 milhões sem trabalho

O jornalista e escritor Palmério Dória denuncia em seu Twitter o cinismo escancarado do Grupo Globo em omitir o que ele chama de 'engenharia do caos';

 Moro age como se fosse autoridade superior, diz Favreto no CNJ

Moro age como se fosse autoridade superior, diz Favreto no CNJ

O desembargador do TRF-4 Rogério Fraveto, que em 8 de julho determinou a soltura do ex-presidente Lula, decisão que não foi cumprida, disse, em sua de

Grupo Abril pede recuperação judicial

Grupo Abril pede recuperação judicial

O grupo Abril entrou com um pedido recuperação judicial nesta quarta-feira (15); plano de recuperação judicial será mostrado aos credores em até 60 di