Porto Velho (RO) segunda-feira, 9 de dezembro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Reunião discute internacionalização do ensino superior


Agência O GloboRIO - A internacionalização do ensino superior brasileiro foi discutida durante a XIX Reunião Anual do Faubai - Fórum das Assessorias das Universidades Brasileiras para Assuntos Internacionais, que terminou sexta-feira, 20, em Curitiba. Mais de 150 autoridades do Brasil e exterior participaram do evento, que propôs o desenvolvimento da ação internacional das universidades por meio da mobilidade acadêmica, da cooperação para o desenvolvimento e da interculturalidade.O evento foi aberto por Alessandro Candeas, chefe da Assessoria Internacional do Ministério da Educação. Ele falou sobre o tema Relações Internacionais e o Papel das Universidades - Perspectivas Brasileiras. Candeas apresentou dados importantes, como a produção científica no Brasil. Em 2005, segundo ele, foram produzidos 16 mil artigos, colocando o Brasil em 12º lugar na lista internacional, à frente de países como Polônia, Bélgica, Israel e Noruega, num crescimento quatro vezes maior que o da média mundial no período de 1981 a 2005Para Candeas, o Brasil precisa manter esse ritmo para que as universidades nacionais sejam reconhecidas pelos examinadores internacionais por sua qualidade institucional. Candeas também fez um alerta: não basta simplesmente aumentar a produção de doutores e sua produção acadêmica.- É necessário acelerar ainda mais esse passo, tendo como parâmetro não a média mundial, mas os países de ponta. Nossos acadêmicos e nossas universidades precisam ser melhor conhecidos junto aos grandes centros de excelência mundial, ter mais acesso às publicações, abrir-se mais a professores de ponta e a estudantes e alto nível - acredita.Algumas ações já vêm sendo desenvolvidas pelo Ministério da Educação para aprimorar a abertura internacional do ensino superior brasileiro. Segundo Candeas, o Brasil tem intensificado a cooperação, o intercâmbio e a produção científica conjunta em várias modalidades. Em relação às parcerias universitárias, por exemplo, já existem 111 projetos com países como Alemanha , Argentina, Estados Unidos e França. Também serão lançados novos acordos com Canadá, Holanda, Colômbia, Itália e Uruguai.

Mais Sobre Política - Nacional

Jaqueline Cassol cobra votação da MP que garante Revalida

Jaqueline Cassol cobra votação da MP que garante Revalida

A deputada federal Jaqueline Cassol (PP-RO) cobrou do presidente Rodrigo Maia (DEM-RJ) a votação, antes que encerre o prazo, da Medida Provisórias cri

Supremo Tribunal Federal mantém decisão que proíbe gestantes em atividade insalubre

Supremo Tribunal Federal mantém decisão que proíbe gestantes em atividade insalubre

Por unanimidade e em ambiente virtual, o Supremo Tribunal Federal (STF) rejeitou recurso da Advocacia-Geral da União (AGU) e manteve a decisão, tomada

Boa notícia: Lula dará ao velho amigo 1ª entrevista fora da prisão

Boa notícia: Lula dará ao velho amigo 1ª entrevista fora da prisão

Neste ano e meio que ele está preso, não tive condições de viajar a Curitiba e fiquei esperando o amigo sair da prisão para poder falar com ele, certo

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) pediu nesta segunda-feira (14/10) cautela aos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Para o p