Porto Velho (RO) domingo, 24 de março de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Reunião define quem vai investigar acidente com Boieng da Gol


Agência O Globo BRASÍLIA - Representantes do Ministério Público Federal e Estadual do Mato Grosso, da Secretaria de Segurança Pública do Mato Grosso e das polícias Federal, Civil e Militar estão reunidos desde a manhã desta quinta-feira para definir quem ficara à frente das investigações sobre a causa da queda do Boeing 737-800, da Gol Linhas Aéreas.O acidente aéreo estava sendo apurado pela polícia civil. Nessa quarta, a Polícia Federal, por requisição do Ministério Público Federal, abriu um inquérito para investigar o caso.Segundo a assessoria de imprensa do Ministério Público do Mato Grosso, a idéia é que a reunião defina quem tem competência para dar seqüência à investigação, ou seja, se ficará a cargo da Justiça federal ou estadual ou, ainda, se ambas atuarão em conjunto.O delegado responsável pela investigação da PF, Renato Sayão, chega nesta sexta a Brasília, onde vai concentrar o trabalho de apuração, com suporte do Instituto Nacional de Criminalística (INC), da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), de instituições da Aeronáutica e do Centro de Aviação Operacional da Polícia Federal.Na última sexta-feira (29), a aeronave da Gol, que fazia a rota Manaus-Rio de Janeiro, com escala em Brasília, caiu no norte do Mato Grosso. O acidente, o mais grave da história da aviação brasileira, envolveu um jato Legacy, que pousou em segurança numa base aérea no sul do Pará, após colidir com o Boeing. Nenhum dos 155 ocupantes do avião da Gol sobreviveu ao acidente.

Mais Sobre Política - Nacional

Câmara dos Deputados: CCJC aprova projeto de política nacional de prevenção ao suicídio

Câmara dos Deputados: CCJC aprova projeto de política nacional de prevenção ao suicídio

A deputada federal Mariana Carvalho (PSDB-RO), informou que Câmara dos Deputados, por meio da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC)

Vídeo: Mariana Carvalho comemora a aprovação do seu projeto em que o agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

Vídeo: Mariana Carvalho comemora a aprovação do seu projeto em que o agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

Projeto da deputada Mariana Carvalho (PSDB-RO) e do deputado Rafael Motta (PSB-RN) é aprovado no Senado Federal. O projeto determina que o agressor

APROVADO – Agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

APROVADO – Agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

O Plenário do Senado aprovou, nesta terça-feira (19), projeto que determina que o agressor nos casos de violência doméstica e familiar será obrigado a

Câmara dos Deputados aprova prioridade de matrícula para filhos de mulher vítima de violência

Câmara dos Deputados aprova prioridade de matrícula para filhos de mulher vítima de violência

Proposta permite ao juiz determinar a matrícula ou transferência de dependentes da mulher vítima de violência independentemente da existência de vagaO