Porto Velho (RO) quinta-feira, 15 de novembro de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Reunião define quem vai investigar acidente com Boieng da Gol


Agência O Globo BRASÍLIA - Representantes do Ministério Público Federal e Estadual do Mato Grosso, da Secretaria de Segurança Pública do Mato Grosso e das polícias Federal, Civil e Militar estão reunidos desde a manhã desta quinta-feira para definir quem ficara à frente das investigações sobre a causa da queda do Boeing 737-800, da Gol Linhas Aéreas.O acidente aéreo estava sendo apurado pela polícia civil. Nessa quarta, a Polícia Federal, por requisição do Ministério Público Federal, abriu um inquérito para investigar o caso.Segundo a assessoria de imprensa do Ministério Público do Mato Grosso, a idéia é que a reunião defina quem tem competência para dar seqüência à investigação, ou seja, se ficará a cargo da Justiça federal ou estadual ou, ainda, se ambas atuarão em conjunto.O delegado responsável pela investigação da PF, Renato Sayão, chega nesta sexta a Brasília, onde vai concentrar o trabalho de apuração, com suporte do Instituto Nacional de Criminalística (INC), da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), de instituições da Aeronáutica e do Centro de Aviação Operacional da Polícia Federal.Na última sexta-feira (29), a aeronave da Gol, que fazia a rota Manaus-Rio de Janeiro, com escala em Brasília, caiu no norte do Mato Grosso. O acidente, o mais grave da história da aviação brasileira, envolveu um jato Legacy, que pousou em segurança numa base aérea no sul do Pará, após colidir com o Boeing. Nenhum dos 155 ocupantes do avião da Gol sobreviveu ao acidente.

Mais Sobre Política - Nacional

 JUSTIÇA SUÍÇA APONTA R$ 43,2 MILHÕES EM FINANCIAMENTO ILEGAL DE SERRA

JUSTIÇA SUÍÇA APONTA R$ 43,2 MILHÕES EM FINANCIAMENTO ILEGAL DE SERRA

Dinheiro para financiar a campanha presidencial do PSDB

Jair Bolsonaro diz que programa Mais Médicos não será suspenso

Jair Bolsonaro diz que programa Mais Médicos não será suspenso

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, disse ontem (14) que manterá o programa Mais Médicos e vai substituir os cerca de 8.500 profissionais cubanos p

JUÍZA SUBSTITUTA DE MORO NEGA PEDIDO DE LULA PARA SER INTERROGADO DE NOVO

JUÍZA SUBSTITUTA DE MORO NEGA PEDIDO DE LULA PARA SER INTERROGADO DE NOVO

A juíza federal substituta Gabriela Hardt negou, nesta terça-feira (13), o pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para que ele