Porto Velho (RO) segunda-feira, 21 de outubro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Remédios têm reajuste de até 104,27%


Gustavo Fernandes, Agência O GloboRIO -O consumidor continua pagando caro nas farmácias. Pesquisa do Conselho Regional de Farmácia do Distrito Federal registrou aumentos de até 104,27% nos preços dos medicamentos este mês. O maior reajuste foi verificado no remédio Cordiron, para reduzir gordura no sangue, do laboratório Diffucap-chemobras, que em março custava R$ 12,88 e passou para R$ 26,31.Segundo o conselho, o levantamento revelou que 29 itens foram reajustados em mais de 10%, percentual acima do permitido pelo governo para o reajuste de medicamentos. Foi autorizado um aumento máximo de 3,02% em 30 de março de 2007 para medicamentos em que o genérico tem mais de 20% de participação no mercado.

Mais Sobre Política - Nacional

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) pediu nesta segunda-feira (14/10) cautela aos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Para o p

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) pediu nesta segunda-feira (14/10) cautela aos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Para o p

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

 Há pelo menos seis anos, setores do governo brasileiro estudam construir quatro grandes hidrelétricas, duas delas na Região Norte, uma delas em Rondô

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta segunda-feira o PL 2438/19 de autoria da deputada Mariana Carvalho (RO) e do deputado Rafael Motta que