Porto Velho (RO) domingo, 22 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Relator do caso Roriz acredita que julgamento da Ficha Limpa terminou


 
Débora Zampier
Agência Brasil

Brasília – O ministro Carlos Ayres Britto, relator do processo do ex-governador do Distrito Federal e ex-senador Joaquim Roriz (PSC) no Supremo Tribunal Federal, disse hoje (27) que já somou pelo menos cinco saídas possíveis para o impasse criado com o empate no julgamento da última quinta-feira (23). Para o ministro, “o julgamento já terminou, só falta proclamar o resultado".

O ministro também disse que abriu para apreciação do Ministério Público a desistência de candidatura de Joaquim Roriz. Segundo a assessoria da Presidência do STF, os efeitos da desistência de Roriz para o julgamento da Lei da Ficha Limpa serão abordados na sessão plenária da próxima quarta-feira (29). O presidente do Supremo, Cezar Peluso, já adiantou que não tomará nenhuma decisão sem a participação dos demais ministros.

Ao analisar os possíveis desfechos para o impasse, Britto citou a possibilidade de a desistência de Roriz extinguir a ação sem uma decisão sobre a Lei da Ficha Limpa. “Também pode ter a transferência da repercussão geral para outro caso semelhante ao do candidato”, admitiu.

Britto também citou a hipótese de a corte esperar a nomeação de um novo ministro e considerou ainda a possibilidade de o presidente Peluso voltar atrás e decidir dar o voto de minerva para desempatar a votação. “Nesse caso, lembro que o conteúdo do voto de qualidade pode diferir do voto de quantidade”. Perguntado se isso não seria uma incongruência, Britto disse que não sabe o que pode acontecer, só que “o voto não precisa ser necessariamente igual”. Peluso votou contra a aplicação da lei nas eleições de outubro.

Por fim, o ministro disse que espera um posicionamento definitivo nesta quarta. “Todos nós, ministros, queremos sair desse impasse”.

Mais Sobre Política - Nacional

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

 Há pelo menos seis anos, setores do governo brasileiro estudam construir quatro grandes hidrelétricas, duas delas na Região Norte, uma delas em Rondô

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta segunda-feira o PL 2438/19 de autoria da deputada Mariana Carvalho (RO) e do deputado Rafael Motta que

Justiça partidária condena PT em Curitiba e blinda PSDB em São Paulo

Justiça partidária condena PT em Curitiba e blinda PSDB em São Paulo

Implacável para condenar lideranças do PT na República de Curitiba, a Justiça brasileira não mostra o mesmo furor para investigar e julgar os tucanões

FGTS: Anúncio sobre saques fica para a próxima semana, diz Onyx

FGTS: Anúncio sobre saques fica para a próxima semana, diz Onyx

O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou que o anúncio da liberação de saques das contas ativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviç