Porto Velho (RO) quinta-feira, 21 de março de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Refis 3 já conta com adesão de 100 mil empresas


Martha Beck - Agência O GloboBRASÍLIA - O secretário-adjunto da Receita Federal Paulo Ricardo Cardoso disse nesta quarta-feira que 100 mil empresas já aderiram ao novo programa de parcelamento de dívidas tributárias e previdenciárias, que vem sendo chamado de Refis 3. O prazo para adesão termina nesta sexta-feira e, segundo Cardoso, não será prorrogado.O programa, criado por meio da medida provisória (MP) 303, permite que os débitos vencidos até 28 de fevereiro de 2003 sejam pagos em 130 meses. As parcelas serão corrigidas pela TJLP (Taxa de Juros de Longo Prazo), hoje em 7,5% ao ano, com redução de 50% na multa. A MP também permitiu que dívidas vencidas entre 1° de março de 2003 e 31 de dezembro de 2005 sejam parceladas em até 120 meses. Neste caso, no entanto, não há redução de multa e a taxa de juros passa a ser a Selic, atualmente em 15,25% ao ano.Segundo Cardoso, o número de contribuintes interessados está dentro do esperado. Segundo ele, 129 mil contribuintes aderiram ao Refis, primeiro programa de refinanciamento de dívidas tributárias feito pelo governo. Já o segundo programa, PAES, teve a adesão de 280 mil empresas.

Mais Sobre Política - Nacional

Vídeo: Mariana Carvalho comemora a aprovação do seu projeto em que o agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

Vídeo: Mariana Carvalho comemora a aprovação do seu projeto em que o agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

Projeto da deputada Mariana Carvalho (PSDB-RO) e do deputado Rafael Motta (PSB-RN) é aprovado no Senado Federal. O projeto determina que o agressor

APROVADO – Agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

APROVADO – Agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

O Plenário do Senado aprovou, nesta terça-feira (19), projeto que determina que o agressor nos casos de violência doméstica e familiar será obrigado a

Câmara dos Deputados aprova prioridade de matrícula para filhos de mulher vítima de violência

Câmara dos Deputados aprova prioridade de matrícula para filhos de mulher vítima de violência

Proposta permite ao juiz determinar a matrícula ou transferência de dependentes da mulher vítima de violência independentemente da existência de vagaO

Mulheres são homenageadas na Câmara por se destacarem na luta por direitos

Mulheres são homenageadas na Câmara por se destacarem na luta por direitos

Em sessão solene no plenário da Câmara dos Deputados, a Medalha Mietta Santiago foi entregue hoje (19) a cinco mulheres que se destacaram na luta por