Porto Velho (RO) sexta-feira, 17 de agosto de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

RAUPP: Mínimo de R$ 420 quebraria o país


agência O Globo BRASÍLIA - O relator do Orçamento para 2007, senador Valdir Raupp (PMDB-RO), disse ser "impossível" atender à reivindicação das centrais sindicais de aumentar o salário-mínimo de R$ 350 para R$ 420. Segundo ele, este novo valor deixaria insustentável a situação da Previdência, além de quebrar estados e municípios mais pobres:- Quebraria o país, quebraria a Previdência, os estados mais pobres e os municípios, que também têm de fazer a correção do salário. Seria insustentável - afirmou, em entrevista nesta segunda-feira à Rádio Nacional.Raupp explicou que o principal problema no reajuste do mínimo é a sobrecarga que o aumento causa na Previdência Social. Segundo ele, o déficit previdenciário em 2006 deve ser em torno de R$ 42 bilhões; a previsão para 2007 é que esse valor fique em torno de R$ 46 bilhões.- Cada R$ 1 que se aumenta no salário-mínimo, significa R$ 180 milhões a mais de despesa para a Previdência.Apesar de dizer que a questão ainda não está fechada, Raupp voltou a afirmar que colocará no relatório final a proposta de aumento para R$ 375, valor superior ao defendido pela equipe econômica do governo, que pede reajuste de R$ 367.- Espero que esta semana a gente volte a conversar com o ministro da Fazenda, Guido Mantega, com o do Orçamento, Paulo Bernardo, e talvez com o próprio presidente da República para fechar essa questão do salário-mínimo.Segundo Raupp, seria muito bom que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva fechasse o novo mínimo em R$ 380.- Ele iria cumprir um compromisso da primeira campanha, que era dobrar o valor do salário-mínimo. Eu sei que é muito difícil, porque são R$ 5 a mais - ponderou.

Mais Sobre Política - Nacional

 Moro age como se fosse autoridade superior, diz Favreto no CNJ

Moro age como se fosse autoridade superior, diz Favreto no CNJ

O desembargador do TRF-4 Rogério Fraveto, que em 8 de julho determinou a soltura do ex-presidente Lula, decisão que não foi cumprida, disse, em sua de

Grupo Abril pede recuperação judicial

Grupo Abril pede recuperação judicial

O grupo Abril entrou com um pedido recuperação judicial nesta quarta-feira (15); plano de recuperação judicial será mostrado aos credores em até 60 di

Sonegação de R$ 26 bi do Itaú vai a julgamento. É a maior da história

Sonegação de R$ 26 bi do Itaú vai a julgamento. É a maior da história

Está revogada a decisão do Carf que havia livrado o banco de pagamento de multa de R$ 26 bilhões por sonegação de impostos; é a maior da história...

Bancários se manifestam em Brasília em defesa de bancos públicos

Bancários se manifestam em Brasília em defesa de bancos públicos

Bancários protestam contra as resoluções da Comissão Interministerial de Governança Corporativa e de Administração de Participações Societárias da Uni