Porto Velho (RO) quarta-feira, 3 de junho de 2020
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Rastreamento de Exploração Infantil: Polícia Federal fechou parceria com a Microsoft


Novo software permitirá que o Brasil troque informações sobre pedofilia com forças policias do mundo todo

Esta semana a Polícia Federal firmou parceria com a Microsoft Brasil para lançar a versão local do CETS - Child Exploitation Tracking System (pronuncia-se "KÉTS") ou Sistema de Rastreamento de Exploração Infantil. Trata-se de um software, que faz parte de um projeto internacional de combate à pedofilia na Internet. O programa está hospedado na sede da Polícia Federal, em Brasília. A ferramenta possui, entre outras funcionalidades, um banco de dados estruturado pelos próprios investigadores.

Paulo Quintiliano, chefe da Perícia de Informática da Polícia Federal, explica que o software irá aumentar o alcance da ação policial na investigação desse tipo de crime. "Antes do CETS nosso serviço de pesquisa em fotos e arquivos tinha de ser feito manualmente, tomando um tempo enorme e precioso de nossos policiais, além de dificultar a troca de informações com outras forças policiais locais e mesmo de outros países", esclarece.

Como surgiu o programa

O CETS foi desenvolvido pela Microsoft a pedido do Serviço de Polícia de Toronto, Canadá, que estava insatisfeito com a falta de recursos tecnológicos disponíveis para ajudar a resolver esse tipo de crime. Em 2003, quando a iniciativa começou, técnicos da Microsoft trabalharam em conjunto com autoridades canadenses para projetar de forma personalizada um software que permitisse à polícia se comunicar em tempo real com todas as cidades e países.

Após o lançamento oficial, em 2005, o sistema CETS foi apresentado pela Polícia Real Montada do Canadá a diversas forças de segurança ao redor do mundo. A Polícia Federal foi uma das primeiras a demonstrar interesse no projeto. Hoje a instituição brasileira faz parte do primeiro grupo de quatro países que receberam investimentos para a sua implantação. O sistema foi traduzido para o português, recebeu sugestões dos investigadores daqui e foi adaptado aos processos locais. Além do Brasil, Reino Unido, Itália e Espanha adotaram o CETS.

Estatísticas sobre a pedofilia

Os crimes sexuais on-line são um problema de grandes proporções. Segundo o International Centre for Missing & Exploited Children (Centro Internacional de Crianças Exploradas e Desaparecidas), dos Estados Unidos, desde 1998 mais de 300 mil ocorrências de exploração sexual na web foram informadas ao CyberTipline (http://www.cybertipline.com), canal de  denúncias da instituição. Além disso, estudo realizado pelo Departamento de Justiça Americano descobriu que uma em cada cinco crianças, entre 10 e 17 anos, recebeu solicitações on-line não desejadas.

No Brasil, cálculo feito pelos responsáveis pelo site Censura (www.censura.org.br) revela um quadro devastador. Nos últimos oito anos o portal recebeu denúncias de 6,2 mil páginas contendo pornografia envolvendo crianças e adolescentes. Cada uma apresentava cerca de 900 fotos e 300 vídeos inéditos dessa natureza. Segundo as contas da ONG, chega-se ao número de 7 milhões de meninos e meninas vitimados nesse período.

Fontes: ANDI

Polícia Federal

Paulo Quintiliano - chefe da Perícia de Informática

(61) 3311-8144 ou 3311-8142 (assessoria de imprensa)

[email protected]

 

Microsoft Brasil

S2 Comunicação Integrada S/C Ltda. - http://www.s2.com.br

(11) 3457-0200

José Luiz Schiavoni (MTb 14.119) - [email protected]

Elaine Cotta - [email protected] - (11) 3457-0227

 

Abranet - Associação Brasileira dos Provedores de Internet

Antônio Tavares - presidente

Renata de Albuquerque ou Cláudia Fuji - assessoras de imprensa

(11) 3457-0217 ou 3457-0207

[email protected]  ou [email protected]

 

Ministério Público Federal

Sérgio Suiama - procurador

Marcelo Oliveira - assessor de imprensa

(11) 3269-5068

 

SaferNet - ONG que atua no combate aos crimes contra os direitos humanos na web

Thiago Tavares de Oliveira - presidente

[email protected]

www.safernet.org.br

 

Site Censura (www.censura.org.br)

Anderson e Roseane Miranda - coordenadores

(12) 8112-1671 / 8112-1603 / 3916-3404

[email protected]

 

Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente

Bruno Monteiro - assessor de imprensa da deputada Maria
do Rosário (PT-RS)

(61) 3215-5471 / 9280-7771

[email protected]

Mariana Monteiro - assessora de imprensa da senadora
Patrícia Saboya (PSB-CE)

(61) 3311-2301/ 3311-2308

[email protected]

 

Comitê Nacional de Enfrentamento à Violência Sexual Contra Crianças e Adolescentes

Neide Castanha - coordenadora

(61) 3274-6632

[email protected]

 

Secretaria Especial de Direitos Humanos da Presidência da República

Paulo Vannuchi - ministro de Estado

Thais Guedes - assessora de imprensa

(61) 3429-3498

[email protected]
 

Mais Sobre Política - Nacional

Mariana Carvalho defende novas medidas aprovadas pelo Congresso no enfrentamento à Covid-19

Mariana Carvalho defende novas medidas aprovadas pelo Congresso no enfrentamento à Covid-19

A deputada federal Mariana Carvalho (PSDB-RO) defendeu nesta quinta-feira (2) as medidas que estão sendo aprovadas pela Câmara e pelo Senado no

Relator revisor da MP 924 - Coronavírus, Dep Lucio Mosquini destaca liberação de 5 Bilhões para enfrentamento da crise na saúde

Relator revisor da MP 924 - Coronavírus, Dep Lucio Mosquini destaca liberação de 5 Bilhões para enfrentamento da crise na saúde

O deputado federal Lucio Mosquini é o relator revisor da MP 924/2020, conhecida como MP do Enfrentamento do coronavírus. O Senador Eduardo Gomes també

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Rede Brasil Atual - Deputados da oposição anunciaram hoje (5) que vão apresentar denúncia no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o ministro da Edu