Porto Velho (RO) sexta-feira, 22 de março de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

PSOL vai ao TSE contra adesivos de Heloísa no site tucano


Evandro Eboli - Agência O GloboBRASÍLIA - O PSOL vai interpelar o PSDB no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob acusação de que os tucanos estariam usando indevidamente o nome do partido na campanha eleitoral. Em seu site de campanha, o tucano Geraldo Alckmin incluiu adesivos com dizeres sobre um suposto apoio da senadora Heloísa Helena (PSOL-AL) e do senador Cristovam Buarque (PDT-DF) ao tucano.Os dizeres são: "Sou Heloísa e voto Geraldo" e "Sou Cristovam e voto Geraldo". O deputado Chico Alencar (PSOL-RJ) fez um discurso em plenário condenando a atitude da campanha tucana.- Isso é um uso indevido da imagem do nosso partido, que não tomou esse tipo de decisão. Vamos interpelar o PSDB no TSE e proibir isso - afirmou o deputado.

Mais Sobre Política - Nacional

Câmara dos Deputados: CCJC aprova projeto de política nacional de prevenção ao suicídio

Câmara dos Deputados: CCJC aprova projeto de política nacional de prevenção ao suicídio

A deputada federal Mariana Carvalho (PSDB-RO), informou que Câmara dos Deputados, por meio da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC)

Vídeo: Mariana Carvalho comemora a aprovação do seu projeto em que o agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

Vídeo: Mariana Carvalho comemora a aprovação do seu projeto em que o agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

Projeto da deputada Mariana Carvalho (PSDB-RO) e do deputado Rafael Motta (PSB-RN) é aprovado no Senado Federal. O projeto determina que o agressor

APROVADO – Agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

APROVADO – Agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

O Plenário do Senado aprovou, nesta terça-feira (19), projeto que determina que o agressor nos casos de violência doméstica e familiar será obrigado a

Câmara dos Deputados aprova prioridade de matrícula para filhos de mulher vítima de violência

Câmara dos Deputados aprova prioridade de matrícula para filhos de mulher vítima de violência

Proposta permite ao juiz determinar a matrícula ou transferência de dependentes da mulher vítima de violência independentemente da existência de vagaO