Porto Velho (RO) sexta-feira, 22 de março de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Propaganda eleitoral no rádio começa com muitos ataques e poucas propostas


Agência O GloboRIO - O primeiro dia da propaganda política da disputa pelo segundo turno para presidente da República no rádio começou com muitos ataques e poucas propostas. O candidato do PSDB, Geraldo Alckmin, focou na questão ética e fez duras críticas ao governo do candidato do PT à reeleição, presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Em seu programa eleitoral, Alckmin deu grande ênfase ao debate realizado no último domingo, na TV Bandeirantes. O programa, que mostrou trechos do debate entre os candidatos, afirmou que o tucano teria sido o grande vencedor.Já o programa de Lula falou sobre a "baixaria e a agressividade" de seu adversário durante o debate. O presidente falou ainda sobre a pesquisa Datafolha, publicada nesta quarta-feira, que aponta para um crescimento da vantagem entre os candidatos. Alckmin, que nesta quarta-feira fez duras críticas ao resultado da pesquisa, não citou o Datafolha em nenhum momento.Nesta quinta-feira também foi o primeiro dia de propaganda eleitoral da disputa pelo segundo turno para governo do Rio no rádio. O programa do candidato do PMDB, Sérgio Cabral, focou nas alianças que estão sendo firmadas para o segundo turno. Além das declarações do presidente Lula durante a oficialização do apoio ao Peemedebista, o programa mostrou declarações de Ciro Gomes, Marcelo Crivella e Vladimir Palmeira e o prefeito de Godofredo Pinto.Já a candidata do PPS, Denise Frossard, que chegou a dizer que votaria nulo, mas depois voltou atrás e reafirmou seu apoio ao candidato do PSDB a presidente, fez questão de dizer que sua aliança é com a população do Rio. A juíza aposentada preferiu fazer críticas ao atual governo do estado, mostrando depoimentos de eleitores sobre alguns dos principais problemas do estado como educação, transporte, trabalho e segurança.

Mais Sobre Política - Nacional

Câmara dos Deputados: CCJC aprova projeto de política nacional de prevenção ao suicídio

Câmara dos Deputados: CCJC aprova projeto de política nacional de prevenção ao suicídio

A deputada federal Mariana Carvalho (PSDB-RO), informou que Câmara dos Deputados, por meio da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC)

Vídeo: Mariana Carvalho comemora a aprovação do seu projeto em que o agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

Vídeo: Mariana Carvalho comemora a aprovação do seu projeto em que o agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

Projeto da deputada Mariana Carvalho (PSDB-RO) e do deputado Rafael Motta (PSB-RN) é aprovado no Senado Federal. O projeto determina que o agressor

APROVADO – Agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

APROVADO – Agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

O Plenário do Senado aprovou, nesta terça-feira (19), projeto que determina que o agressor nos casos de violência doméstica e familiar será obrigado a

Câmara dos Deputados aprova prioridade de matrícula para filhos de mulher vítima de violência

Câmara dos Deputados aprova prioridade de matrícula para filhos de mulher vítima de violência

Proposta permite ao juiz determinar a matrícula ou transferência de dependentes da mulher vítima de violência independentemente da existência de vagaO