Porto Velho (RO) segunda-feira, 25 de junho de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Projeto regulamenta jornada de trabalho de nutricionistas


A jornada de trabalho do nutricionista não poderá ultrapassar 30 horas semanais - ou 120 mensais - e o profissional, independentemente da área de atuação, terá de receber adicional de insalubridade de 40% sobre o salário mínimo da categoria. É o que prevê projeto de lei de autoria do senador Paulo Paim (PT-RS). A proposição (PLS 249/06) modifica a lei que regulamenta a profissão de nutricionista (Lei 8.234/91).

Além de determinar a jornada de trabalho e o adicional de insalubridade, o projeto estabelece que empresas das áreas industrial, hospitalar, comercial, bancária e educacional que fornecem refeições diretamente ou por meio de concessionárias devem ter em seu quadro de funcionários número específico de nutricionistas, de acordo com o número de refeições produzidas e do tipo de estabelecimento. Esse número varia de um profissional a cada 200 refeições até três por unidade produtiva de 501 a duas mil refeições por dia.

O projeto também determina que haja um nutricionista para cada 15 leitos em hospitais gerais e o mesmo número em unidades de tratamento intensivo, além de um profissional da área para cada 30 leitos em hospital especializado. As unidades escolares e pré-escolares também devem ter número mínimo de profissionais de nutrição: um por unidade com até 40 crianças, dois por unidade de 41 a 80 crianças e três por unidade com mais de 80 crianças.

- Com este projeto, almejo atender a antigos e legítimos anseios da categoria profissional de nutricionista, modificando a lei que rege a profissão e adequando sua regulamentação à realidade da categoria - justificou o senador.

A proposição tem decisão terminativa na Comissão de Assuntos Sociais (CAS)
.
Fonte: Elina Rodrigues - Agência Senado

Mais Sobre Política - Nacional

Desproteção ao trabalhador faz ações trabalhistas despencarem

Desproteção ao trabalhador faz ações trabalhistas despencarem

O número de ações trabalhistas pendentes de julgamento despencou após seis meses de reforma trabalhista; até maio deste ano, as varas de todo o país t

Marco Aurélio Mello culpa Cármen Lúcia por prisão ilegal de Lula

Marco Aurélio Mello culpa Cármen Lúcia por prisão ilegal de Lula

 247 – Um dia depois de denunciar à televisão portuguesa que o ex-presidente Lula está preso ilegalmente no Brasil (saiba mais aqui), o ministro Marco

 'Decisão de Fux já custou mais de R$ 4 bi ao País'

'Decisão de Fux já custou mais de R$ 4 bi ao País'

"Uma decisão tomada há quase quatro anos pelo ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal, já custou mais de R$ 4 bilhões aos cofres públicos sem

No mesmo dia em que manobrou contra Lula, Fachin livrou Temer

No mesmo dia em que manobrou contra Lula, Fachin livrou Temer

Fachin arquivou uma investigação da Polícia Federal que recaía contra Temer. A apuração era sobre um manuscrito apreendido no gabinete do senador pel