Domingo, 19 de maio de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Prevenção de drogas: Vinte mil professores iniciam treinamento


Brasília - Mais de 12% dos jovens brasileiros já usaram algum tipo de droga, e a maioria teve o primeiro contato entre os 10 e os 12 anos de idade, segundo levantamento realizado em 2004 com 50 mil alunos da rede pública de ensino. Para prevenir o consumo e orientar crianças e adolescentes dentro das salas de aula, 20 mil professores de escolas públicas do ensino fundamental e médio de todo o país  vão receber treinamento sobre a prevenção e o uso de drogas.

No curso, que começa amanhã (15) e é promovido pelo Ministério da Educação e pela Secretaria Nacional Antidrogas (Senad), os professores vão aprender a a abordar o tema de forma diferente em sala de aula, identificar as drogas mais usadas, orientar pais e estudantes e a auxiliar programa de prevenção de drogas na escola. A Universidade de Brasília (UnB) é parceira na iniciativa.

Segundo a diretora de Políticas Públicas de Prevenção e Tratamento da Senad, Paulina Arruda, a escola e o educador devem estar preparados para lidar com questões sobre o uso de drogas dentro da sala de aula. Ela disse que a escola tem que passar a ver o uso de drogas como uma questão que faz parte do seu dia-a-dia.

"O educador tem que estar preparado para lidar com as questões, e não mais apenas dizer: 'Não use drogas, droga mata', ou coisa assim, mas discutir com o aluno as implicações desse uso, a ação da droga no organismo e as dificuldades que o uso pode trazer", afirmou.

A coordenadora-técnica do curso, Carla Dalbosco, informou que o objetivo é tornar o conhecimento dos professores mais próximo da realidade dos alunos. "A idéia é poder pensar esse uso de drogas ou como lidar com a questão das drogas levando em conta a realidade daquela comunidade e a realidade que eles enfrentam no ambiente escolar".

O curso terá duração de quatro meses e é destinado a professores de quase 2.300 escolas públicas. As aulas serão a distância, e os professores farão o acompanhamento pela internet, por teleconferência, ou pela TV Escola. A iniciativa terá ainda apoio de 100 tutores, entre eles, psicólogos, educadores, médicos e estudantes da área de saúde. Cada tutor será responsáveis por cerca de 20 escolas de uma região.

O material de apoio oferecido pelo MEC e pela Senad consta de um livro, um DVD e um caderno de orientação das atividades.     


Fonte: Agência Brasil

Gente de OpiniãoDomingo, 19 de maio de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

STF tem maioria para determinar recálculo de cadeiras na Câmara dos Deputados

STF tem maioria para determinar recálculo de cadeiras na Câmara dos Deputados

O Supremo Tribunal Federal (STF) formou nesta sexta-feira (25) maioria de votos para determinar que a Câmara dos Deputados faça a redistribuição do

Governo Federal se compromete a incluir plano de carreira da ANM na LOA 2024

Governo Federal se compromete a incluir plano de carreira da ANM na LOA 2024

O Sindicato Nacional dos Servidores das Agências Nacionais de Regulação (SInagências) conseguiu uma solução direta do governo após intensa articulaç

Deputado estadual Pedro Fernandes será o relator da CPI das Reservas em Rondônia

Deputado estadual Pedro Fernandes será o relator da CPI das Reservas em Rondônia

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Reservas foi instaurada em Rondônia para investigar possíveis irregularidades nos processos de criação

Ministro Paulo Pimenta trata sobre parceria entre Rede IFES de Comunicação Pública, Educativa e de Divulgação científica com a EBC e o Governo Federal

Ministro Paulo Pimenta trata sobre parceria entre Rede IFES de Comunicação Pública, Educativa e de Divulgação científica com a EBC e o Governo Federal

Na tarde dessa segunda-feira (06), o ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (SECOM), Paulo Pimenta, esteve r

Gente de Opinião Domingo, 19 de maio de 2024 | Porto Velho (RO)