Porto Velho (RO) quarta-feira, 14 de novembro de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Presidente eleito terá de cortar R$ 5 bi do Orçamento


Agência O GloboBRASÍLIA - Qualquer que seja o candidato que sair vitorioso das urnas no dia 29, sabe-se que ele terá uma dura tarefa pela frente: articular sua base no Congresso para aprovar um corte de pelo menos R$ 5 bilhões no Orçamento da União de 2007.Segundo o relator do Orçamento, senador Valdir Raupp (PMDB-RR), a proposta encaminhada pelo Executivo tem inconsistências - e um buraco de R$ 5 bilhões a R$ 7 bilhões.Reportagem do jornal O Globo neste domingo mostra que, enquanto a oposição fala em profunda racionalização dos gastos já em 2007, com redução do tamanho da máquina pública e extinção de ministérios, os coordenadores da campanha do presidente Luiz Inácio Lula da Silva apostam em um ajuste fiscal gradual, que começaria, de fato, a partir de 2008.As despesas correntes já aumentaram R$ 37,8 bilhões em relação a previsão de gastos de 2006, chegando a 17,81% do PIB. Mas, ainda assim, o governo não destinou recursos suficientes para despesas que o relator Valdir Raupp considera essenciais, como as emendas coletivas dos parlamentares - que entram na conta de investimentos - e o ressarcimento aos estados das perdas com a Lei Kandir.

Mais Sobre Política - Nacional

JUÍZA SUBSTITUTA DE MORO NEGA PEDIDO DE LULA PARA SER INTERROGADO DE NOVO

JUÍZA SUBSTITUTA DE MORO NEGA PEDIDO DE LULA PARA SER INTERROGADO DE NOVO

A juíza federal substituta Gabriela Hardt negou, nesta terça-feira (13), o pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para que ele

Bolsonaro anuncia o general Fernando Azevedo e Silva para a Defesa

Bolsonaro anuncia o general Fernando Azevedo e Silva para a Defesa

A pasta seria ocupada inicialmente pelo general Augusto Heleno

Projeto de Mariana Carvalho isenta motorista de novos exames dentro da validade da CNH

Projeto de Mariana Carvalho isenta motorista de novos exames dentro da validade da CNH

O exame tem validade de cinco anos para condutores com menos de 65 anos.

Haddad, Ciro, Boulos e os rumos dos progressistas

Haddad, Ciro, Boulos e os rumos dos progressistas

Haddad, Ciro e Boulos precisam decidir se querem dar um passo em frente ou dois passos atrás.