Porto Velho (RO) sábado, 7 de dezembro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Presidente do PSDB afirma que decisão de cassar Cunha Lima é perseguição



Priscilla Mazenotti
Agência Brasil


Brasília - O presidente do PSDB, senador Sérgio Guerra (PE), saiu em defesa do governador da Paraíba, Cássio Cunha Lima, filiado a seu partido, e classificou de "perseguição" a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de cassar o mandato dele.

"Não é de agora que o governador enfrenta poderosa e incessante perseguição por parte de derrotados, que não respeitam o resultado das urnas. Temos certeza de que a Justiça terminará por reconhecer o conteúdo e a forma democrática de Cássio Cunha Lima governar e, assim, respeitar a vontade do povo da Paraíba", disse Guerra, em nota.

O TSE determinou a perda de mandato de Cunha Lima por sete votos a zero, pela prática de abuso de poder político e econômico. Ele é acusado de ter se valido, durante o período eleitoral de 2006, da distribuição de cheques para cidadãos de seu estado, por meio de um programa assistencial mantido pela Fundação Ação Comunitária (FAC), instituição vinculada ao governo.

Quem assume o mandato é o segundo colocado nas eleições, o atual senador José Maranhão, do PMDB.

 

Mais Sobre Política - Nacional

Jaqueline Cassol cobra votação da MP que garante Revalida

Jaqueline Cassol cobra votação da MP que garante Revalida

A deputada federal Jaqueline Cassol (PP-RO) cobrou do presidente Rodrigo Maia (DEM-RJ) a votação, antes que encerre o prazo, da Medida Provisórias cri

Supremo Tribunal Federal mantém decisão que proíbe gestantes em atividade insalubre

Supremo Tribunal Federal mantém decisão que proíbe gestantes em atividade insalubre

Por unanimidade e em ambiente virtual, o Supremo Tribunal Federal (STF) rejeitou recurso da Advocacia-Geral da União (AGU) e manteve a decisão, tomada

Boa notícia: Lula dará ao velho amigo 1ª entrevista fora da prisão

Boa notícia: Lula dará ao velho amigo 1ª entrevista fora da prisão

Neste ano e meio que ele está preso, não tive condições de viajar a Curitiba e fiquei esperando o amigo sair da prisão para poder falar com ele, certo

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) pediu nesta segunda-feira (14/10) cautela aos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Para o p