Quarta-feira, 24 de julho de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Posse de Lula terá shows grátis para garantir público


Isabel Braga - Agência O Globo BRASÍLIA - O PT quer dividir com partidos e aliados do movimento sindical e social a tarefa de custear e garantir público na festa de posse do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em seu segundo mandato. A idéia é tentar atrair entre 40 mil e 50 mil pessoas - metade dos que compareceram à primeira posse. Serão convocados não só os aliados de primeira hora, como PCdoB e PSB, mas também integrantes do governo de coalizão, como o PMDB. A festa contará até com "shows grátis" de artistas famosos, chamados pelo PT de "manifestações culturais". Por determinação de Lula, a posse será "simples". - Essa festa é distinta da primeira festa, quando não éramos governo. Vamos tentar trazer entre 40 mil e 50 mil pessoas e lotar a Praça dos Três Poderes - disse o secretário de Finanças do PT, Paulo Ferreira. Ao contrário da posse de janeiro de 2003, a do ano que vem terá apresentação de artistas e cantores, mas que não receberão cachê. Como revelaram na semana passada assessores do Palácio do Planalto, serão convidados para a posse oficial no Palácio de 700 a 800 convidados, inclusive beneficiários de programas como Bolsa Família e grandes artistas, como a Escola de Samba Estação Primeira da Mangueira. Segundo integrantes do Planalto envolvidos na preparação da posse, a festa vai durar de 3 a 4 horas e Lula fará dois discursos. Primeiro, o presidente tomará posse às 16h no Congresso, onde fará o discurso. De lá, seguirá para o Palácio do Planalto, onde dará posse aos ministros e fará um segundo discurso no parlatório, de frente para a Praça dos Três Poderes. Os detalhes da posse foram discutidos nesta sexta-feira pelos partidos e ainda por entidades como a CUT e UNE, em reunião realizada na sede do PT em Brasília. A expectativa é de que cada partido e cada entidade financie a vinda de seus integrantes à festa, cobrindo os gastos com passagem e hospedagem. Paulo Ferreira disse não ter idéia dos custos dessa posse e que aguarda uma posição dos outros partidos para saber com quanto poderão ajudar. O governo irá se responsabilizar pela parte oficial do evento, como o desfile em carro aberto da Catedral até o Congresso e a festa no Planalto. Depois do discurso no parlatório, a cerimônia oficial estará encerrada e estará aberta a festa popular. A festa popular seguirá com a apresentação de artistas em um único palco montado na Praça dos Três Poderes. Entre os artistas estão previstas a vinda do Olodum, de Leci Brandão e Geraldo Azevedo. A dupla Zezé di Camargo e Luciano estará de férias em janeiro. O deputado distrital Chico Vigilante (PT), disse que, mesmo com dívidas da campanha eleitoral, é preciso comemorar a nova posse. Serão espalhados panfletos e cartazes sobre a posse. - A história do movimento sindical é sempre de viver devendo, uma dívida a mais ou a menos não faz mal. Mas não vamos fazer uma farra - afirmou o petista. O publicitário João Santana sugeriu o uso do slogan "Estive na segunda posse do presidente Lula" em camisetas, cartazes e faixas para estimular a presença de pessoas na festa.

Gente de OpiniãoQuarta-feira, 24 de julho de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

STF tem maioria para determinar recálculo de cadeiras na Câmara dos Deputados

STF tem maioria para determinar recálculo de cadeiras na Câmara dos Deputados

O Supremo Tribunal Federal (STF) formou nesta sexta-feira (25) maioria de votos para determinar que a Câmara dos Deputados faça a redistribuição do

Governo Federal se compromete a incluir plano de carreira da ANM na LOA 2024

Governo Federal se compromete a incluir plano de carreira da ANM na LOA 2024

O Sindicato Nacional dos Servidores das Agências Nacionais de Regulação (SInagências) conseguiu uma solução direta do governo após intensa articulaç

Deputado estadual Pedro Fernandes será o relator da CPI das Reservas em Rondônia

Deputado estadual Pedro Fernandes será o relator da CPI das Reservas em Rondônia

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Reservas foi instaurada em Rondônia para investigar possíveis irregularidades nos processos de criação

Ministro Paulo Pimenta trata sobre parceria entre Rede IFES de Comunicação Pública, Educativa e de Divulgação científica com a EBC e o Governo Federal

Ministro Paulo Pimenta trata sobre parceria entre Rede IFES de Comunicação Pública, Educativa e de Divulgação científica com a EBC e o Governo Federal

Na tarde dessa segunda-feira (06), o ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (SECOM), Paulo Pimenta, esteve r

Gente de Opinião Quarta-feira, 24 de julho de 2024 | Porto Velho (RO)