Porto Velho (RO) sábado, 21 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Polícia Federal nega recuo em negociações com arrozeiros


Marco Antônio Soalheiro
Enviado especial


Boa Vista - O superintendente da Polícia Federal em Roraima, José Maria Fonseca, negou hoje (9) que a trégua estabelecida com os arrozeiros que insistem em permanecer na Terra Indígena Raposa Serra do Sol, pelo menos até a próxima segunda-feira (14), signifque um recuoda força policial.

"Não houve recrudescimento. Somente repassamos para eles [arrozeiros] a ordem que recebemos de que a operação será executada. Eles sabem que será desencadeada no tempo certo", disse o delegado.
.
O líder dos arrozeiros, Paulo César Quartiero, não compareceu à reunião que definiu a trégua. Apenas mandou representante.

Segundo Fonseca, os nove proprietários rurais representados disseram que "há pretensão de saída e que a violência ocorrida na região não partiu deles, que não teriam nenhuma responsabilidade." Os arrozeiros afirmaram também que têm representantes em Brasília trabalhando em busca uma saída negociada.

Fonseca informou que prosseguem as investigações sobre os responsáveis pelos atos de violência e vandalismo praticados, com a destruição de pontes e abertura de escavações em estradas que dão acesso à Terra Indígena Raposa serra do Sol.

A Polícia Federal pretende, a partir de segunda-feira, definir uma forma para que a retirada dos não-índios ocorra sem necessidade de uso da força: "Vamos traçar um cronograma para a desocupação de maneira ordeira, pacífica, e documentar o que existe no local para que eles [produtores] não sejam prejudicados nos seus direitos."


 

Mais Sobre Política - Nacional

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

 Há pelo menos seis anos, setores do governo brasileiro estudam construir quatro grandes hidrelétricas, duas delas na Região Norte, uma delas em Rondô

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta segunda-feira o PL 2438/19 de autoria da deputada Mariana Carvalho (RO) e do deputado Rafael Motta que

Justiça partidária condena PT em Curitiba e blinda PSDB em São Paulo

Justiça partidária condena PT em Curitiba e blinda PSDB em São Paulo

Implacável para condenar lideranças do PT na República de Curitiba, a Justiça brasileira não mostra o mesmo furor para investigar e julgar os tucanões

FGTS: Anúncio sobre saques fica para a próxima semana, diz Onyx

FGTS: Anúncio sobre saques fica para a próxima semana, diz Onyx

O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou que o anúncio da liberação de saques das contas ativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviç