Porto Velho (RO) quarta-feira, 21 de novembro de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

PIS para nascidos em dezembro começa a ser liberado nesta quarta-feira


Agência O GloboRIO - A Caixa Econômica Federal começa a pagar, nesta quarta-feira, o abono do Programa de Integração Social (PIS) para os trabalhadores da iniciativa privada nascidos em dezembro. O benefício é referente a 2005 e equivale a um salário-mínimo (R$ 350).Ao todo, 787 mil empregados receberão R$ 275,5 milhões. Também serão pagos os rendimentos para 2,2 milhões, somando R$ 87,5 milhões.O dinheiro pode ser retirado nas agências da Caixa com a apresentação de documento de identificação e número do PIS. Apenas empregados que receberam até dois mínimos em 2005 (que equivalia a R$ 600), cadastrados no programa há cinco anos e que trabalharam durante, pelo menos, 30 dias no ano passado têm direito ao abono.Além disso, o empregador deve ter informado os dados do funcionário ao Ministério do Trabalho em 2005.

Mais Sobre Política - Nacional

Sergio Moro escolhe delegados da Lava Jato para PF e departamento do MJ

Sergio Moro escolhe delegados da Lava Jato para PF e departamento do MJ

O juiz federal Sergio Moro, que assumirá o Ministério da Justiça no próximo governo, confirmou hoje (20) os nomes dos delegados Maurício Valeixo pa

Paulo Guedes quer secretaria de privatizações para acelerar a venda de ativos

Paulo Guedes quer secretaria de privatizações para acelerar a venda de ativos

O futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, pretende criar uma Secretaria de Privatizações no governo do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) par

Haddad vira réu por corrupção passiva e lavagem de dinheiro

Haddad vira réu por corrupção passiva e lavagem de dinheiro

É a primeira vez que o petista se torna réu em ação criminal

O presidente eleito Jair Bolsonaro diz que soberania e leis do Brasil devem ser respeitadas

O presidente eleito Jair Bolsonaro diz que soberania e leis do Brasil devem ser respeitadas

Em meio a reações como a do governo cubano que decidiu suspender a parceira com o Programa Mais Médicos, o presidente eleito Jair Bolsonaro voltou a