Porto Velho (RO) segunda-feira, 21 de outubro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Pilotos do Legacy depõem por seis horas na PF e são indiciados


Flávio Freire e Jailton de Carvalho - Agência O GloboBRASÍLIA e SÃO PAULO - Os pilotos americanos Joseph Lepore e Jan Paladino, que pilotavam o jato Legacy que se chocou com um Boeing da Gol, foram indiciados nesta sexta-feira no artigo 261 do Código Penal pelo crime de ter "exposto a perigo embarcação ou aeronave, própria ou alheia". A pena prevista é de 2 a 5 anos de prisão. Segundo o advogado Theo Dias, que defende os pilotos, os dois foram indiciados de forma culposa, ou seja, sem intenção de provocar o acidente, que causou a morte de 154 pessoas no dia 29 de setembro, na maior tragédia da aviação comercial brasileira.O inquérito ainda está em fase de instrução, o que significa que a polícia ainda não o concluiu. Só depois da conclusão, ele será encaminhado ao Ministério Público, que é o titular da ação penal, e poderá oferecer denúncia contra eles à Justiça.Pilotos deixam Brasil em vôo fretadoOs pilotos ficaram seis horas na sede da Polícia Federal em São Paulo, acompanhados de dois advogados e de assessores do Consulado americano. Eles foram ouvidos pelos delegados Ramon Almeida da Silva, de Cuiabá, e Rubens Maleiner, de Brasília.Após o depoimento, seguiram para o Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos, onde embarcariam num vôo fretado para os Estados Unidos.Segundo o advogado José Carlos Dias, que também defende os pilotos, devido à crise do setor aéreo, eles só poderiam mesmo deixar o país num vôo fretado. O advogado não deu muita importância ao indiciamento.-O indiciamento no Brasil não tem muito sentido. O que tem relevo jurídico é o Ministério Público e as decisões da Justiça. O indiciamento não é condenação. Até porque, depois o Ministério Público vai analisar o caso e em vez de denunciar os réus, pode arquivar o processo contra meus clientes - disse ele, que já foi ministro da Justiça.MP tentou impedir entrega dos passaportes dos pilotosA Procuradoria Regional da República pediu nesta quinta ao Tribunal Regional Federal da 1 ª Região que suspenda temporariamente a ordem de devolução dos passaportes dos pilotos. O pedido foi feito pelos procuradores Adriana Brocks e Elton Ghersel. Eles querem que o tribunal conceda tempo para que, nos próximos dias, decidam se recorrem ou não contra a ordem de devolução do passaporte dos dois pilotos. A decisão sobre o pedido dos dois procuradores ficou a cargo do vice-presidente do TRF, Carlos Olavo.A advogada americana Lexi Hazam, que representa algumas das famílias das vítimas do vôo Gol 1907, disse que a decisão da Justiça brasileira de liberar os pilotos é positiva para a ação judicial que está sendo movida contra a empresa ExcelAire nos Estados Unidos.

Mais Sobre Política - Nacional

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) pediu nesta segunda-feira (14/10) cautela aos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Para o p

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) pediu nesta segunda-feira (14/10) cautela aos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Para o p

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

 Há pelo menos seis anos, setores do governo brasileiro estudam construir quatro grandes hidrelétricas, duas delas na Região Norte, uma delas em Rondô

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta segunda-feira o PL 2438/19 de autoria da deputada Mariana Carvalho (RO) e do deputado Rafael Motta que