Porto Velho (RO) sexta-feira, 17 de agosto de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

PIB das principais capitais cresce menos que do interior, mostra IBGE


Agência O GloboRIO - As principais capitais brasileiras continuam a perder peso na produção das riquezas do país. A constatação foi obtida a partir do Produto Interno Bruto dos municípios brasileiros de 2004, divulgado nesta quarta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).De 2003 para 2004, Manaus teve o maior ganho de participação no PIB brasileiro, enquanto São Paulo teve a maior perda, embora continue ocupando a liderança do ranking. Em relação ao PIB per capita, entre as regiões metropolitanas, pela primeira vez a de São Paulo perdeu a primeira posição para o da Grande Porto Alegre.O estudo do IBGE mostrou ainda que a produção das riquezas continua bastante concentrada em poucos municípios. Em 2004, dez municípios contraram 25% do PIB brasileiro. Em 1999, sete municípios concentravam esses 25%.Os dez municípios que representavam 25% do PIB em 2004 eram, por ordem decrescente, São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Brasília (DF), Manaus (AM), Belo Horizonte (MG), Campos dos Goytacazes (RJ), Curitiba (PR), Macaé (RJ), Guarulhos (SP) e Duque de Caxias (RJ). Em relação a 2002, as seis primeiras posições permaneceram inalteradas, ocorrendo ganho de posição de Curitiba e Macaé.Os que tiveram maior ganho percentual foram Campos dos Goytacazes (0,8%), Macaé (0,8%), Manaus (0,4%), Camaçari (BA) (0,3%), Paulínia (SP) (0,2%), Duque de Caxias (0,2%), Brasília (0,2%), São Francisco do Conde (BA) (0,1%) e Betim (MG) (0,1%). O aumento da participação se deu em razão do crescimento do setor industrial, principalmente da extração e refino de petróleo, exceto para Brasília, onde o ganho foi devido aos serviços. Por outro lado, os municípios que mais perderam participação foram São Paulo (-2,5%), Rio de Janeiro (-1,4%), Porto Alegre (-0,2%), Curitiba (-0,2%) e Salvador (BA) (-0,2%).Já os cinco municípios de menor PIB, em 2004, foram São Félix do Tocantins (TO), Santo Antônio dos Milagres (PI), São Miguel da Baixa Grande (PI), Ipueiras (TO) e Oliveira de Fátima (TO). A agregação do PIB deles representava aproximadamente 0,001% do total.

Mais Sobre Política - Nacional

 Moro age como se fosse autoridade superior, diz Favreto no CNJ

Moro age como se fosse autoridade superior, diz Favreto no CNJ

O desembargador do TRF-4 Rogério Fraveto, que em 8 de julho determinou a soltura do ex-presidente Lula, decisão que não foi cumprida, disse, em sua de

Grupo Abril pede recuperação judicial

Grupo Abril pede recuperação judicial

O grupo Abril entrou com um pedido recuperação judicial nesta quarta-feira (15); plano de recuperação judicial será mostrado aos credores em até 60 di

Sonegação de R$ 26 bi do Itaú vai a julgamento. É a maior da história

Sonegação de R$ 26 bi do Itaú vai a julgamento. É a maior da história

Está revogada a decisão do Carf que havia livrado o banco de pagamento de multa de R$ 26 bilhões por sonegação de impostos; é a maior da história...

Bancários se manifestam em Brasília em defesa de bancos públicos

Bancários se manifestam em Brasília em defesa de bancos públicos

Bancários protestam contra as resoluções da Comissão Interministerial de Governança Corporativa e de Administração de Participações Societárias da Uni