Porto Velho (RO) quarta-feira, 16 de janeiro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

PFL muda nome para simplesmente 'Democratas'


Agência O Globo BRASÍLIA - Depois de anunciar a mudança de nome para Partido Democrata (PD), o PFL mudou de idéia e decidiu que se chamará simplesmente Democratas, sem a designação de partido. O novo nome foi aprovado pela Executiva do partido. O nome abreviado do partido passará a ser DEM.- Vamos ser democratas, só democratas, sem a palavra partido - insistiu o presidente do partido, Jorge Bornhausen (SC).A decisão será oficializada no dia 28 de março, quando o PFL se reunirá em Convenção Nacional para mudar o nome, o estatuto, aprovar uma nova carta de princípios e eleger uma nova Executiva. O deputado Rodrigo Maia (RJ), que deverá substituir Bornhausen na presidência do partido, esclareceu a escolha do inusitado nome:- o Brasil teve grandes partidos no passado - caso do MDB, da Arena e da UDN - que não foram registrados com a palavra partido no nome de origem - explicou.Segundo o senador Marco Maciel (PFL-PE), a palavra partido chegou a ser obrigatória pela legislação, mas hoje pode ser dispensada sem qualquer problema legal.

Mais Sobre Política - Nacional

HASTA LA VISTA, BAMBINO

HASTA LA VISTA, BAMBINO

Césare Battisti buscou a proteção de Evo Morales, seu aliado de esquerda.

Jair Bolsanaro assina decreto e  pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

Jair Bolsanaro assina decreto e pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

A partir do decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro hoje (15), no Palácio do Planalto, cidadãos brasileiros com mais de 25 anos poderão compra

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

São casos exemplares que demonstram comportamentos opostos dos governos

Governo de Bolsanaro vai fazer pente fino em 2 milhões de benefícios do INSS

Governo de Bolsanaro vai fazer pente fino em 2 milhões de benefícios do INSS

O governo federal vai fazer uma auditoria em 2 milhões de benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que têm indícios de irregul