Porto Velho (RO) segunda-feira, 25 de junho de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

PF prende 25 servidores do Ibama acusados de corrupção


 Thais Leitão 
  Agência Brasil

 Rio de Janeiro - Dos trinta e dois presos pela Polícia Federal, na manhã de hoje (30), durante a Operação Euterpe, de combate a crimes ambientais, 25 são servidores do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama). Os outros sete são empresários dos ramos imobiliário, pesqueiro e da construção civil.

“O Ibama está cortando a própria carne, como a Polícia Federal já teve que fazer também, mas é um processo para o bem das instituições públicas e do meio ambiente”, afirmou a ministra Marina Silva, que foi ao Rio para acompanhar a operação, ao lado do presidente do Ibama, Marcus Barros. Segundo a ministra, a operação, batizada com o nome de uma espécie de palmito, foi a maior já realizada no país ligada a crimes ambientais fora da Amazônia.

Marina Silva destacou que servidores de outras regiões serão deslocados para o Rio de Janeiro, já que, dos 25 funcionários presos temporariamente, 13 são do município do Rio, o que representa cerca de 20% de efetivo local.

De acordo com o delegado Alexandre Saraiva, que comandou a operação, as investigações tiveram início em julho do ano passado, após a denúncia de um servidor recém-concursado do próprio órgão ambiental sobre extração irregular de palmito na reserva ambiental do Tinguá, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense.

Saraiva explicou que a evolução das investigações indicou a existência de uma rede de corrupção envolvendo funcionários federais. Eles são acusados de extorquir dinheiro de empresários em troca de licenças e pareceres técnicos favoráveis à construção de empreendimentos localizados em áreas de proteção ambiental nos municípios de Angra dos Reis, no sul do estado, Cabo Frio, na Região dos Lagos, e área litorânea de Niterói, região metropolitana do Rio de Janeiro.

De acordo com o delegado, as investigações mostram também que os servidores atuariam recebendo propina para não autuar pescadores de sardinha que realizassem a atividade em período de procriação, proibido por lei.

Além dos mandados de prisão, os cerca de 200 agentes da Polícia Federal dos estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais e São Paulo também cumpriram 36 mandados de busca e apreensão, expedidos pela Justiça Federal de São João de Meriti, no Rio de Janeiro.

A Euterpe é a 12ª operação realizada em parceria entre os ministérios do Meio Ambiente e da Justiça, através do Ibama e da Polícia Federal.

Segundo a Polícia Federal, os acusados poderão responder pelos crimes de formação de quadrilha, corrupção passiva, corrupção ativa, violação de sigilo funcional e crimes ambientais.
 

Mais Sobre Política - Nacional

Marco Aurélio Mello culpa Cármen Lúcia por prisão ilegal de Lula

Marco Aurélio Mello culpa Cármen Lúcia por prisão ilegal de Lula

 247 – Um dia depois de denunciar à televisão portuguesa que o ex-presidente Lula está preso ilegalmente no Brasil (saiba mais aqui), o ministro Marco

 'Decisão de Fux já custou mais de R$ 4 bi ao País'

'Decisão de Fux já custou mais de R$ 4 bi ao País'

"Uma decisão tomada há quase quatro anos pelo ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal, já custou mais de R$ 4 bilhões aos cofres públicos sem

No mesmo dia em que manobrou contra Lula, Fachin livrou Temer

No mesmo dia em que manobrou contra Lula, Fachin livrou Temer

Fachin arquivou uma investigação da Polícia Federal que recaía contra Temer. A apuração era sobre um manuscrito apreendido no gabinete do senador pel

Ministro de Temer fala em 'guerra letal' nas favelas e avisa que 'criança bonitinha' pode virar alvo

Ministro de Temer fala em 'guerra letal' nas favelas e avisa que 'criança bonitinha' pode virar alvo

"Você vê uma criança bonitinha, de 12 anos de idade, entrando em uma escola pública, não sabe o que ela vai fazer depois da escola. É muito complicado