Porto Velho (RO) sexta-feira, 13 de dezembro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

PF pediu ao Supremo para investigar Raupp


  
A Polícia Federal pediu autorização ao Supremo Tribunal Federal para abrir um inquérito sobre o suposto pagamento de propina da Alstom, fábrica francesa de turbinas, ao líder do PMDB no Senado, Valdir Raupp (RO), a seu ex-assessor José Roberto Paquier e ao diretor de Projetos da Eletronorte, Adhemar Palocci, entre outros altos funcionários da estatal investigados na Operação Castores.

A PF também pediu licença para investigar o deputado Luiz Carlos Hauly (PSDB-PR) por quebra de sigilo de informações da hidrelétrica de Itaipu.
A PF fez o pedido de abertura de inquérito em 2006, ao final da primeira etapa da Operação Castores, que investigou fraudes redução de multas aplicadas em empresas contratadas por estatais do setor elétrico.

“Deve ser apurado em inquérito policial independente material apreendido na residência de José Roberto Paquier, onde se denota suposta contabilidade da quadrilha”, diz a PF . O pedido é endereçado ao STF porque Raupp tem foro privilegiado.

Uma das bases do pedido de investigação especial está numa folha de agenda apreendida na casa de Paquier, no Lago Norte, em Brasília, em maio de 2006.

No documento, segundo o relatório, estão os nomes de Raupp, Adhemar Palocci, irmão do exministro da Fazenda Antonio Palocci, e de outros altos funcionários da Eletronorte, associados a cifras de até R$ 300 mil. No verso da folha, aparecem os nomes da Alstom e da empreiteira Norberto Odebrecht.

A Alstom está sob investigação na Suíça por suposto pagamento de propina a funcionários públicos em países da América Latina. Com base em escutas telefônicas e outros papéis apreendidos na Operação Castor, a PF suspeita que os valores anotados por Paquier seriam referentes à partilha de suposta propina oferecida pela Alstom. Paquier, então um dos principais assessores de Raupp, teria usado de um esquema de influência política junto a diretores da Eletronorte indicados por seu chefe para liberar pagamentos da estatal a Alstom.

Fonte: O Globo

Mais Sobre Política - Nacional

Jaqueline Cassol cobra votação da MP que garante Revalida

Jaqueline Cassol cobra votação da MP que garante Revalida

A deputada federal Jaqueline Cassol (PP-RO) cobrou do presidente Rodrigo Maia (DEM-RJ) a votação, antes que encerre o prazo, da Medida Provisórias cri

Supremo Tribunal Federal mantém decisão que proíbe gestantes em atividade insalubre

Supremo Tribunal Federal mantém decisão que proíbe gestantes em atividade insalubre

Por unanimidade e em ambiente virtual, o Supremo Tribunal Federal (STF) rejeitou recurso da Advocacia-Geral da União (AGU) e manteve a decisão, tomada

Boa notícia: Lula dará ao velho amigo 1ª entrevista fora da prisão

Boa notícia: Lula dará ao velho amigo 1ª entrevista fora da prisão

Neste ano e meio que ele está preso, não tive condições de viajar a Curitiba e fiquei esperando o amigo sair da prisão para poder falar com ele, certo

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) pediu nesta segunda-feira (14/10) cautela aos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Para o p