Porto Velho (RO) quarta-feira, 18 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Pastoral da Terra denuncia mortes de 13 trabalhadores em assentamento no Pará


 
Pedro Peduzzi
 Agência Brasil

Belém (PA) - A Coordenação Nacional da Comissão Pastoral da Terra (CPT) denunciou hoje (30) que, entre os dias 17 e 19 de setembro, 13 trabalhadores do assentamento Rio Cururuí - município de Pacajá, no Pará - foram mortos. A entidade associa as mortes ao interesse de madeireiras da região.

O assentamento Rio Cururuí foi criado pelo Incra em terras da União e implantado em 2005. A área, segundo a Pastoral, era cobiçada pelas madeireiras. Em nota, a CPT afirma que, no mês de maio de 2007, a imprensa noticiou que pistoleiros ligados a madeireiros expulsaram dezenas de famílias da área, destruindo seus bens. E acrescenta: as famílias que retornaram viviam dominadas pelo medo de novamente serem agredidas.

A nota cita também que, desde 2008, as pastorais Anapu e de Tucuruí vêm recebendo denúncias de assentados sobre o abandono em que vivem, e que um grupo de 70 famílias começou a ser pressionado – pelo Incra e pelos dirigentes do assentamento, ligado à Federação dos Trabalhadores na Agricultura (Fetraf ) – a deixarem a área na qual haviam sido colocados pelo Incra em 2004, antes da implantação do assentamento, sob a alegação de ocuparem a área de reserva legal do projeto.

A reserva porém, diz a nota, está sendo explorada por madeireiros. Alguns, diz a CPT, sem a devida autorização de manejo florestal pois, em junho deste ano, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e policiais da Delegacia de Conflitos Agrários do Pará (Deca) aprenderam 1,4 mil metros cúbicos de madeira retirados ilegalmente da área.

As denúncias dos assentados haviam sido repassadas à Ouvidora Agrária Nacional do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA). Posteriormente, elas teriam chegado ao conhecimento dos denunciados. Isso, segundo a Pastoral, acabou desencadeando o conflito, a ponto de assumir “as dimensões de uma chacina”, diz a nota.

Mais Sobre Política - Nacional

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

 Há pelo menos seis anos, setores do governo brasileiro estudam construir quatro grandes hidrelétricas, duas delas na Região Norte, uma delas em Rondô

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta segunda-feira o PL 2438/19 de autoria da deputada Mariana Carvalho (RO) e do deputado Rafael Motta que

Justiça partidária condena PT em Curitiba e blinda PSDB em São Paulo

Justiça partidária condena PT em Curitiba e blinda PSDB em São Paulo

Implacável para condenar lideranças do PT na República de Curitiba, a Justiça brasileira não mostra o mesmo furor para investigar e julgar os tucanões

FGTS: Anúncio sobre saques fica para a próxima semana, diz Onyx

FGTS: Anúncio sobre saques fica para a próxima semana, diz Onyx

O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou que o anúncio da liberação de saques das contas ativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviç