Porto Velho (RO) quarta-feira, 11 de dezembro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Parlamentares do Mercosul tomam posse


Agência O GloboTomam posse nesta segunda-feira, na Assembléia Nacional de Montevidéu, os primeiros integrantes do Parlamento do Mercosul. Indicados pelos Congressos Nacionais de cada país do bloco, eles poderão exercer seus mandatos até 2010, data limite para a realização da primeira eleição direta dos futuros parlamentares do Mercosul.Durante esses quatro anos, o Brasil será representado no novo parlamento por nove senadores e nove deputados titulares, além de nove senadores e nove deputados suplentes. Até 2010, as bancadas nacionais terão o mesmo número de integrantes, apesar das diferenças de área e de tamanho da população entre os sócios do bloco. Somente a partir de 2011 deverá valer uma regra de "representação cidadã", que levará em conta a dimensão de cada país no estabelecimento do tamanho de sua representação. Na reunião desta segunda-feira, cujo início está previsto para as 15h, os parlamentares tomarão posse logo depois da leitura de seus nomes em Plenário. Essa sessão será presidida pelo presidente temporário do parlamento, o senador paraguaio Alfonso González Nuñez. Uma vez aberta a sessão, o presidente convidará o chefe de cada seção nacional a integrar a Mesa e a acompanhá-lo no ato de posse dos parlamentares.Está prevista para terça-feira (8) a sessão de eleição do presidente e dos vice-presidentes do Parlamento do Mercosul. Cada Estado Parte terá direito a um vice-presidente, segundo o Protocolo Constitutivo do novo órgão. A eleição ocorrerá por votação nominal e será decidida por maioria especial - ou seja, pelo voto de dois terços do total de integrantes do parlamento.Uma vez eleitos o presidente e os vice-presidentes, deverá ser nomeada uma comissão especial para o estudo do Regimento Interno do novo órgão. Essa comissão poderá apresentar um parecer a ser considerado durante a primeira sessão ordinária do parlamento, prevista para 25 de junho. De acordo com o regimento provisório, o parlamento só poderá deliberar sobre outras matérias depois da aprovação do seu regimento definitivo. Ainda segundo o regimento provisório, os parlamentares da Venezuela, país que se encontra em "processo de adesão" ao bloco, poderão participar das sessões com direito a voz e não a voto. Terão igualmente direito a voz os parlamentares dos países associados ao Mercosul.

Mais Sobre Política - Nacional

Jaqueline Cassol cobra votação da MP que garante Revalida

Jaqueline Cassol cobra votação da MP que garante Revalida

A deputada federal Jaqueline Cassol (PP-RO) cobrou do presidente Rodrigo Maia (DEM-RJ) a votação, antes que encerre o prazo, da Medida Provisórias cri

Supremo Tribunal Federal mantém decisão que proíbe gestantes em atividade insalubre

Supremo Tribunal Federal mantém decisão que proíbe gestantes em atividade insalubre

Por unanimidade e em ambiente virtual, o Supremo Tribunal Federal (STF) rejeitou recurso da Advocacia-Geral da União (AGU) e manteve a decisão, tomada

Boa notícia: Lula dará ao velho amigo 1ª entrevista fora da prisão

Boa notícia: Lula dará ao velho amigo 1ª entrevista fora da prisão

Neste ano e meio que ele está preso, não tive condições de viajar a Curitiba e fiquei esperando o amigo sair da prisão para poder falar com ele, certo

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) pediu nesta segunda-feira (14/10) cautela aos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Para o p