Porto Velho (RO) quarta-feira, 14 de novembro de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Para Lula, Collor pode fazer um trabalho 'excepcional' no Senado


Agência O GloboBRASÍLIA - Ao comentar a eleição para o Senado do ex-presidente Fernando Collor (PRTB-AL), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse acreditar que Collor possa realizar um trabalho 'excepcional' no Senado.- Collor já estava há 14 anos de castigo. Com experiência de presidente, se quiser ele poderá fazer um trabalho excepcional no Senado - disse Lula.O presidente também comentou o fato dos parlamentares envolvidos em escândalos de corrupção terem sido eleitos nesse domingo. Para Lula, essas pessoas não foram condenadas e, portanto, tinham direito de concorrer às eleições e de serem votadas.- As pessoas não foram condenadas. Elas tinham direito de concorrer as eleições. E não sou eu quem vai questionar o voto de ninguém. Eu não conheço eleitor de primeira e segunda categoria - disse Lula.Na manhã desta segunda-feira o ex-presidente Fernando Collor disse que pode apoiar o presidente Lula no segundo turno. Ele admitiu que poderá pedir votos para o petista, mas sem subir em palanques ao lado do presidente:- Nem tanto ao mar nem tanto à terra - disse Collor.

Mais Sobre Política - Nacional

JUÍZA SUBSTITUTA DE MORO NEGA PEDIDO DE LULA PARA SER INTERROGADO DE NOVO

JUÍZA SUBSTITUTA DE MORO NEGA PEDIDO DE LULA PARA SER INTERROGADO DE NOVO

A juíza federal substituta Gabriela Hardt negou, nesta terça-feira (13), o pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para que ele

Bolsonaro anuncia o general Fernando Azevedo e Silva para a Defesa

Bolsonaro anuncia o general Fernando Azevedo e Silva para a Defesa

A pasta seria ocupada inicialmente pelo general Augusto Heleno

Projeto de Mariana Carvalho isenta motorista de novos exames dentro da validade da CNH

Projeto de Mariana Carvalho isenta motorista de novos exames dentro da validade da CNH

O exame tem validade de cinco anos para condutores com menos de 65 anos.

Haddad, Ciro, Boulos e os rumos dos progressistas

Haddad, Ciro, Boulos e os rumos dos progressistas

Haddad, Ciro e Boulos precisam decidir se querem dar um passo em frente ou dois passos atrás.