Porto Velho (RO) sexta-feira, 15 de novembro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Padre Ton condena violência contra negros e defende reserva de vagas em concursos públicos


A violência contra os negros e a reserva de vagas em concursos públicos, prevista no Projeto de Lei (PL 6738/2013) enviado pela presidente Dilma Rousseff à Câmara dos Deputados, foram os pontos ressaltados pelo deputado federal Padre Ton (PT-RO) hoje (20) a tarde durante Ato pelo Dia da Consciência Negra promovido pela Frente Parlamentar dos Direitos Humanos.Padre Ton condena violência contra negros e defende reserva de vagas em concursos públicos - Gente de Opinião

O deputado Padre Ton destacou estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), divulgado ontem (19), em que a população negra responde por 71,5% dos casos de homicídio, enquanto a população branca representa 28,5%. O parlamentar condenou a violência, de raízes históricas, que também acomete o povo indígena, igualmente vítima de preconceito e discriminação.

“Entre os jovens a situação não é diferente. Também nesta faixa etária os negros são as principais vítimas da violência, respondendo por 69,4% dos casos contra 30,6% da população branca”, registrou em pronunciamento.

Em defesa do PL 6738/2013, o deputado Padre Ton disse, em defesa da reserva de vagas para negros em concursos públicos, ser necessária a continuidade de políticas que possam reduzir “a perversa desigualdade de oportunidade entre negros e brancos verificada na ocupação de cargos públicos federais”.

“Nos níveis em que se é exigido nível superior, apenas 21,1% dos cargos são ocupados por negros, enquanto nos postos de auxiliares eles representam 65%”, afirmou Padre Ton, pedindo às pessoas presentes que manifestem apoio à aprovação do  projeto de lei.

O Ato do Dia da Consciência Negra, lembrado em razão da morte do líder Zumbi dos Palmares, assassinado por tropas do Brasil-Colônia, contou na abertura com apresentação de capoeiristas da União de Capoeira do Distrito Federal, dos mestres Suely e Foca.

Além do deputado Padre Ton, estiveram no ato os deputados Protógenes Queiroz (PC do B-SP); Chico Alencar (PSOL-RJ); Ivan Valente (PSOL-SP); Eudes Xavier (PT-CE); Amarildo Teixeira (PT-BA); Domingos Dutra (Solidariedade-MA); Jean Willys (PSOL-RJ); Benedita da Silva (PT-RJ); Luiza Erundina (PSB-SP); Erika Kokai (PT-DF) e Janete Pietá (PT-SP). 

Fonte: Mara Paraguassu
 

Mais Sobre Política - Nacional

Supremo Tribunal Federal mantém decisão que proíbe gestantes em atividade insalubre

Supremo Tribunal Federal mantém decisão que proíbe gestantes em atividade insalubre

Por unanimidade e em ambiente virtual, o Supremo Tribunal Federal (STF) rejeitou recurso da Advocacia-Geral da União (AGU) e manteve a decisão, tomada

Boa notícia: Lula dará ao velho amigo 1ª entrevista fora da prisão

Boa notícia: Lula dará ao velho amigo 1ª entrevista fora da prisão

Neste ano e meio que ele está preso, não tive condições de viajar a Curitiba e fiquei esperando o amigo sair da prisão para poder falar com ele, certo

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) pediu nesta segunda-feira (14/10) cautela aos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Para o p

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) pediu nesta segunda-feira (14/10) cautela aos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Para o p