Quinta-feira, 30 de maio de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Pacote de segurança deve ser prioridade na Câmara


Carolina Brígido - Agência O Globo BRASÍLIA - Um conjunto de 22 projetos de lei sobre segurança pública deverá ser tratado como prioridade na Câmara dos Deputados. O pacote foi apresentado nesta segunda-feira pelo deputado Flávio Dino (PC do B-MA), relator da Subcomissão de Reforma Penal, formada por um grupo de nove parlamentares da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). Na semana que vem, o relatório será votado na subcomissão e, se for aprovado - conforme indicou a reação dos integrantes do colegiado - os projetos passarão a ter tratamento privilegiado na tramitação da Casa. Entre as propostas, o relator deu destaque para o agravamento da pena para condenados por crimes cometidos contra policiais, membros do Ministério Público, agentes penitenciários e magistrados. - Só neste ano, 20 policiais foram assassinados no Rio de Janeiro. Isso é um desrespeito não só aos profissionais, mas à instituição - disse Flávio Dino, que antes de ser eleito para a Câmara era juiz. O deputado selecionou os projetos entre 150 que tramitavam na Casa. Os escolhidos foram divididos em quatro temas: agravamento de punições, proteção aos agentes públicos, direitos das vítimas e agilização do processo penal. No primeiro grupo, Dino dá enfâse ao projeto que tipifica o seqüestro-relâmpago. Atualmente, este crime é tratado como roubo, que tem pena prevista na legislação de 4 a 10 anos de prisão. Com a nova regra, a punição passaria a ser prisão pelo período de 8 a 15 anos. Também está neste grupo a proposta de reduzir as possibilidades de prescrição de crimes graves antes do julgamento e a tipificação da prática de organização criminosa. Entre as propostas sobre direitos das vítimas, o deputado sugere que seja criado o fundo de reparação de danos causados por crimes, conforme prevê a Constituição Federal. Essas pessoas seriam indenizadas pelos recursos do fundo, que seria composto de depósitos judiciais, valores de multas pagas por condenação criminal e de verba vinda do orçamento da União. Para agilizar o processo penal, o deputado sugere principalmente a diminuição de recursos das decisões judiciais entre as instâncias. Dino também quer que a investigação criminal da polícia seja feita de modo mais rápido, eliminando procedimentos burocráticos. - Precisamos fazer a nossa parte e aprovar leis que agilizem a Justiça - disse o deputado. Os projetos apontados como prioridade para Flávio Dino encontram-se em diferentes fases de tramitação. Uns esperam a apreciação da CCJ, outros estão para ser votados pela Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado, alguns já dependem apenas da posição do plenário da Casa. Segundo o relator, o presidente da Câmara, Arlindo Chinaglia (PT-SP), teria se comprometido a propiciar condições para que pelo menos um desses projetos seja votado a cada semana. Dino confia que a pressão da opinião pública acerca do assunto também facilite a tramitação mais ágil dos projetos.

Gente de OpiniãoQuinta-feira, 30 de maio de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

STF tem maioria para determinar recálculo de cadeiras na Câmara dos Deputados

STF tem maioria para determinar recálculo de cadeiras na Câmara dos Deputados

O Supremo Tribunal Federal (STF) formou nesta sexta-feira (25) maioria de votos para determinar que a Câmara dos Deputados faça a redistribuição do

Governo Federal se compromete a incluir plano de carreira da ANM na LOA 2024

Governo Federal se compromete a incluir plano de carreira da ANM na LOA 2024

O Sindicato Nacional dos Servidores das Agências Nacionais de Regulação (SInagências) conseguiu uma solução direta do governo após intensa articulaç

Deputado estadual Pedro Fernandes será o relator da CPI das Reservas em Rondônia

Deputado estadual Pedro Fernandes será o relator da CPI das Reservas em Rondônia

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Reservas foi instaurada em Rondônia para investigar possíveis irregularidades nos processos de criação

Ministro Paulo Pimenta trata sobre parceria entre Rede IFES de Comunicação Pública, Educativa e de Divulgação científica com a EBC e o Governo Federal

Ministro Paulo Pimenta trata sobre parceria entre Rede IFES de Comunicação Pública, Educativa e de Divulgação científica com a EBC e o Governo Federal

Na tarde dessa segunda-feira (06), o ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (SECOM), Paulo Pimenta, esteve r

Gente de Opinião Quinta-feira, 30 de maio de 2024 | Porto Velho (RO)