Porto Velho (RO) domingo, 29 de novembro de 2020
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Oito milhões de pessoas vão às urnas na capital paulista


Agência O globo SÃO PAULO - A maior cidade da América latina vai às urnas neste domingo. A expectativa do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) é que cerca de 8 milhões de eleitores compareçam aos 1.649 locais de votação espalhados pela capital paulista para escolher o presidente, governador, senador e deputado federal e estadual. É o maior contingente dos últimos tempos. A cidade terá 52 zonas eleitorais e 18.942 seções. Os números da eleição em São Paulo impressionam. A cidade é o maior colégio eleitoral do estado e alguns locais de votação recebem mais eleitores que cidades do interior. No Instituto Mackenzie, localizado no bairro de Higienópolis, devem comparecer 20.894 eleitores, um número vinte vezes maior que o total de eleitores da cidade de Borá, no interior do estado, que tem apenas 834 pessoas aptas a votar. O Mackenzie é o maior local de votação de São Paulo. Quando se olham as zonas eleitorais, os números também são superlativos. A maior zona eleitoral da capital é Cidade Ademar, na zona sul, com 265.699 eleitores aptos a votar, pouco menos que o total de eleitores da cidade de Santos (que tem 298 mil votantes). Em seguida, está a zona eleitoral do Sapopemba, na zona leste, com 239.808 eleitores e Itaquera, na mesma região, com 239.416. Em todo o estado, são mais de 28 milhões de pessoas aptas a votar. Só nos últimos dois anos, São Paulo ganhou quase 1 milhão de novos eleitores. Esse número representa 22,27% do total de eleitores do país. Serão 413 zonas eleitorais, 67.011 seções, distribuídos em 8.538 locais de votações como escolas, ginásios esportivos. Para organizar e transportar tanta gente aos locais de votação, a cidade prepara um esquema especial. O número de ônibus circulando na cidade será maior do que em domingos comuns. Pelo menos 70% da frota estará nas ruas. Para quem vai votar de carro, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) informa que o estacionamento estará liberado em alguns locais proibidos. A partir das 8h de domingo, quando as urnas serão abertas ao público, está proibido o consumo e venda de bebidas alcoólicas em locais públicos. A secretaria de Segurança Pública determinou Lei Seca durante o período de votação.

Mais Sobre Política - Nacional

Mariana Carvalho defende novas medidas aprovadas pelo Congresso no enfrentamento à Covid-19

Mariana Carvalho defende novas medidas aprovadas pelo Congresso no enfrentamento à Covid-19

A deputada federal Mariana Carvalho (PSDB-RO) defendeu nesta quinta-feira (2) as medidas que estão sendo aprovadas pela Câmara e pelo Senado no

Relator revisor da MP 924 - Coronavírus, Dep Lucio Mosquini destaca liberação de 5 Bilhões para enfrentamento da crise na saúde

Relator revisor da MP 924 - Coronavírus, Dep Lucio Mosquini destaca liberação de 5 Bilhões para enfrentamento da crise na saúde

O deputado federal Lucio Mosquini é o relator revisor da MP 924/2020, conhecida como MP do Enfrentamento do coronavírus. O Senador Eduardo Gomes també

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Rede Brasil Atual - Deputados da oposição anunciaram hoje (5) que vão apresentar denúncia no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o ministro da Edu