Porto Velho (RO) terça-feira, 24 de novembro de 2020
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

OAB: mais uma vez, Congresso virou as costas para o povo


Agência O Globo BRASÍLIA - O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Roberto Busato, criticou o reajuste de 92% dos salários dos parlamentares, aprovado ontem pelas Mesas da Câmara e do Senado. Segundo ele, mais uma vez o Congresso "virou as costas" para o povo. - O Congresso deveria ser a caixa de ressonância da sociedade. No entanto, nessa legislatura se transformou na caixa de ressonância da imoralidade. Se a decisão é legal, é, ao mesmo tempo, imoral - disse. Segundo Busato, o povo não pode aceitar esse "desplante" em um momento em que todos estão com os salários achatados, contidos, em prol de um rearranjo da economia brasileira. - É lamentável ver o dinheiro público ser gasto dessa forma, em um verdadeiro trem da alegria no final de uma legislatura que fica marcada por atitudes insanas, antiéticas e, agora, imorais, como essa do reajuste dos vencimentos - disse.

Mais Sobre Política - Nacional

Mariana Carvalho defende novas medidas aprovadas pelo Congresso no enfrentamento à Covid-19

Mariana Carvalho defende novas medidas aprovadas pelo Congresso no enfrentamento à Covid-19

A deputada federal Mariana Carvalho (PSDB-RO) defendeu nesta quinta-feira (2) as medidas que estão sendo aprovadas pela Câmara e pelo Senado no

Relator revisor da MP 924 - Coronavírus, Dep Lucio Mosquini destaca liberação de 5 Bilhões para enfrentamento da crise na saúde

Relator revisor da MP 924 - Coronavírus, Dep Lucio Mosquini destaca liberação de 5 Bilhões para enfrentamento da crise na saúde

O deputado federal Lucio Mosquini é o relator revisor da MP 924/2020, conhecida como MP do Enfrentamento do coronavírus. O Senador Eduardo Gomes també

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Rede Brasil Atual - Deputados da oposição anunciaram hoje (5) que vão apresentar denúncia no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o ministro da Edu