Porto Velho (RO) quinta-feira, 21 de março de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

OAB diz que grampos só 'interessam a quem quer fraudar eleição'


Agência O GloboBRASÍLIA - O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Roberto Busato, afirmou nesta segunda-feira que a instalação dos grampos telefônicos encontrados nos aparelhos usados por ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) interessa somente a candidatos que estejam disputando as eleições de forma ilícita.- Evidentemente que quem está disputando as eleições sem fraudar a legislação não tem interesse algum em grampear telefone de ministro. Quem grampeou é porque está agindo à margem da lei - disse Busato.Questionado quanto à possibilidade de impugnação de candidaturas em decorrência das investigações quanto à autoria das escutas irregulares, Busato foi taxativo ao afirmar que todos os que tiverem participação confirmada neste ato ilegal devem sofrer as sanções da lei.- Não podemos admitir que esses fatos permaneçam impunes. O Brasil precisa punir aqueles que estão delinqüindo, seja em violação à legislação eleitoral, seja em violação à legislação penal - afirmou o presidente da OAB.O presidente nacional da OAB acrescentou que a instalação de grampos ilegais em gabinetes de ministros é ainda mais grave nesse período, às vésperas das eleições.- Isso não se justifica em época nenhuma, mas agora, em época eleitoral, é muito mais grave. O governo vai ter que justificar a sua atuação no campo da segurança para que haja confiança nas instituições e para que a Justiça Eleitoral possa trabalhar com total isenção e segurança até o fim do pleito - disse Busato.Os grampos foram identificados após varredura feita nos gabinetes por uma empresa especializada, a pedido da administração do TSE. As escutas estavam localizadas nos gabinetes do presidente do TSE e ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Marco Aurélio Mello, do vice-presidente do TSE e ministro do STF, Cezar Peluso, e do ministro do TSE, Marcelo Ribeiro.

Mais Sobre Política - Nacional

Vídeo: Mariana Carvalho comemora a aprovação do seu projeto em que o agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

Vídeo: Mariana Carvalho comemora a aprovação do seu projeto em que o agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

Projeto da deputada Mariana Carvalho (PSDB-RO) e do deputado Rafael Motta (PSB-RN) é aprovado no Senado Federal. O projeto determina que o agressor

APROVADO – Agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

APROVADO – Agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

O Plenário do Senado aprovou, nesta terça-feira (19), projeto que determina que o agressor nos casos de violência doméstica e familiar será obrigado a

Câmara dos Deputados aprova prioridade de matrícula para filhos de mulher vítima de violência

Câmara dos Deputados aprova prioridade de matrícula para filhos de mulher vítima de violência

Proposta permite ao juiz determinar a matrícula ou transferência de dependentes da mulher vítima de violência independentemente da existência de vagaO

Mulheres são homenageadas na Câmara por se destacarem na luta por direitos

Mulheres são homenageadas na Câmara por se destacarem na luta por direitos

Em sessão solene no plenário da Câmara dos Deputados, a Medalha Mietta Santiago foi entregue hoje (19) a cinco mulheres que se destacaram na luta por