Porto Velho (RO) segunda-feira, 25 de maio de 2020
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Movimento de domingo nos aeroportos de todo o país foi de poucos atrasos


Henrique Gomes Batista, Isabel Braga, Bruno Rosa e - Agência O Globo BRASÍLIA e RIO - O movimento nos principais aeroportos do país foi tranqüilo este domingo, considerando-se a semana passada, quando a aviação civil brasileira viveu um de seu piores momentos. De acordo com o balanço da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), apenas 16% dos vôos no domingo pela manhã sofreram atrasos significativos (de mais de uma hora). Na terça-feira, auge da crise - agravada pela pane em um equipamento de comunicação das torres de controle de tráfego com as aeronaves - praticamente todos os vôos atrasaram ou foram cancelados, com o fechamento dos principais aeroportos do país. No Rio, dos 48 vôos programados para o Aeroporto Antônio Carlos Jobim, o Galeão, três tiveram atrasos superiores a uma hora no período da manhã. E o medo de perder a volta para casa criou situações curiosas no aeroporto. Apesar da repentina normalidade, a semana promete ser agitada para o setor aéreo. Além do riscos de novos problemas - os militares temem nova operação-padrão dos controladores no dia 22 de dezembro e há falta de técnicos e de manutenção para alguns equipamentos -a agenda política do setor deve esquentar o debate sobre a crise da aviação, que já dura mais de 70 dias. Na terça-feira, o Tribunal de Contas da União (TCU) apresentará um relatório sobre as investigações que faz do setor aéreo. A previsão é que o ministro Augusto Nardes, responsável pelo caso, indique graves falhas de gestão, comando e falta de investimentos e transparência nos órgãos civis e militares do setor. No Congresso, o assunto deverá ser um dos principais da semana. Nesta segunda-feira, deputados e senadores se reúnem nas respectivas comissões extraordinárias criadas na semana passada para avaliar a situação. A agenda de atividades das duas comissões - a da Câmara e a do Senado - devem promover suas primeiras atividades nos próximos dias. As discussões devem aumentar na quarta-feira, quando deverá ocorrer a audiência pública sobre segurança de vôo e tráfego aéreo na reunião conjunta das comissões de Defesa do Consumidor e de Relações Exteriores e de Defesa Nacional da Câmara dos Deputados. Além disso, a base governista tentará votar a medida provisória (MP), publicada às pressas durante a primeira crise dos aeroportos - causada pela operação padrão dos controladores de vôos - para permitir a contratação emergencial de profissionais aposentados. Embora o texto permitisse que 60 novos trabalhadores atuassem no controle de tráfego até o dia 31 de dezembro de 2007, apenas 36 foram contratados até agora.

Mais Sobre Política - Nacional

Mariana Carvalho defende novas medidas aprovadas pelo Congresso no enfrentamento à Covid-19

Mariana Carvalho defende novas medidas aprovadas pelo Congresso no enfrentamento à Covid-19

A deputada federal Mariana Carvalho (PSDB-RO) defendeu nesta quinta-feira (2) as medidas que estão sendo aprovadas pela Câmara e pelo Senado no

Relator revisor da MP 924 - Coronavírus, Dep Lucio Mosquini destaca liberação de 5 Bilhões para enfrentamento da crise na saúde

Relator revisor da MP 924 - Coronavírus, Dep Lucio Mosquini destaca liberação de 5 Bilhões para enfrentamento da crise na saúde

O deputado federal Lucio Mosquini é o relator revisor da MP 924/2020, conhecida como MP do Enfrentamento do coronavírus. O Senador Eduardo Gomes també

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Rede Brasil Atual - Deputados da oposição anunciaram hoje (5) que vão apresentar denúncia no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o ministro da Edu