Porto Velho (RO) quinta-feira, 5 de dezembro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

MOREIRA MENDES: Temer terá a difícil tarefa de resgatar a dignidade da Câmara



"O maior desafio do novo presidente será resgatar a dignidade da Câmara, de forma que cada parlamentar possa andar no meio do povo sem constrangimento e de cabeça erguida". Foi o que disse o deputado federal Moreira Mendes, vice-líder do PPS, logo após o anúncio oficial do resultado da votação que confirmou o nome do deputado Michel Temer (PMDB-SP) como presidente da Casa para os próximos dois anos. Ex-presidente da Câmara e atual presidente nacional do PMDB, o parlamentar paulista foi eleito com 304 votos, de um total de 509 votantes. Ciro Nogueira (PP-PI) obteve 129 e Aldo Rebelo (PCdoB-SP), 76. Não houve votos brancos e nulos.

Moreira Mendes fez questão de ressaltar que trabalhou pela eleição de Michel Temer por absoluta convicção, e por entender que ele é o melhor nome para presidir a Casa no atual momento. Lembrou, inclusive, que manifestou seu apoio ao colega antes mesmo do seu partido, contribuindo assim para a decisão do PPS. "Votei no deputado Michel porque vejo nele a postura do homem público, que tem sensatez, experiência e é hábil negociador. É disso que o Legislativo precisa", reiterou. Para o deputado rondoniense, Temer foi eleito porque, com muita habilidade, conseguiu o apoio maciço dos partidos à sua proposta.

Prioridades

Além da reorganização da Instituição, Moreira Mendes destaca que o novo presidente terá que enfrentar temas espinhosos, mas que são urgentes, como as mudanças na legislação ambiental, a modernização da legislação eleitoral (reforma política), a reforma tributária, entre outros. "O Parlamento precisa enfrentar esses temas. A reforma da legislação ambiental é um exemplo. No sistema atual, ela inviabiliza a produção, os investimentos e, de quebra, prejudica a geração de empregos. Precisamos de um caminho comum, que seja bom para todos, e isso só é possível através do Legislativo", destacou.

Posse

Ao tomar posse, o deputado Michel Temer se igualou a Ulysses Guimarães e Flávio Marcílio como únicos a conseguirem presidir a Câmara por três vezes. Ele afirmou que vai priorizar a aprovação das reformas política e tributária para ainda este ano, e que terá condições de manter um diálogo com o Executivo, para assegurar a soberania da Câmara.

Fonte: Claudivan Santiago – c/ Agência Câmara

Mais Sobre Política - Nacional

Jaqueline Cassol cobra votação da MP que garante Revalida

Jaqueline Cassol cobra votação da MP que garante Revalida

A deputada federal Jaqueline Cassol (PP-RO) cobrou do presidente Rodrigo Maia (DEM-RJ) a votação, antes que encerre o prazo, da Medida Provisórias cri

Supremo Tribunal Federal mantém decisão que proíbe gestantes em atividade insalubre

Supremo Tribunal Federal mantém decisão que proíbe gestantes em atividade insalubre

Por unanimidade e em ambiente virtual, o Supremo Tribunal Federal (STF) rejeitou recurso da Advocacia-Geral da União (AGU) e manteve a decisão, tomada

Boa notícia: Lula dará ao velho amigo 1ª entrevista fora da prisão

Boa notícia: Lula dará ao velho amigo 1ª entrevista fora da prisão

Neste ano e meio que ele está preso, não tive condições de viajar a Curitiba e fiquei esperando o amigo sair da prisão para poder falar com ele, certo

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) pediu nesta segunda-feira (14/10) cautela aos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Para o p