Porto Velho (RO) sexta-feira, 18 de janeiro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Ministra faz história no STF usando calças compridas


Agência O GloboBRASÍLIA - A ministra Cármen Lúcia Antunes Rocha, integrante do Supremo Tribunal Federal (STF) desde o ano passado, entrou para a história da corte como a primeira ministra a participar de uma sessão plenária usando calça comprida. Nesta quinta-feira, ela surpreendeu os colegas ao aparecer no plenário com uma calça preta, um blazer preto e uma blusa da mesma cor, com detalhes em renda. Um colar de pérolas complementava o figurino.O uso de calça comprida no plenário foi liberado para as mulheres há apenas sete anos. A presidente do tribunal, ministra Ellen Gracie Northfleet, foi nomeada para a corte em 2000, mas nunca entrou de calça comprida no plenário. Ellen Gracie e Cármen Lúcia são as únicas mulheres do STF, que também conta com outros nove ministros.Até maio de 2000, mulheres de calça comprida eram barradas na entrada do STF. Naquele ano, os ministros decidiram baixar uma norma administrativa liberando o uso do traje no plenário, desde que acompanhado de blazer. Pouco antes de tomar posse, Ellen Gracie já anunciava que não seria ela a quebrar a tradição no plenário:- Ainda me apego a códigos 'démodés' - declarou, na época.

Mais Sobre Política - Nacional

HASTA LA VISTA, BAMBINO

HASTA LA VISTA, BAMBINO

Césare Battisti buscou a proteção de Evo Morales, seu aliado de esquerda.

Jair Bolsanaro assina decreto e  pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

Jair Bolsanaro assina decreto e pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

A partir do decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro hoje (15), no Palácio do Planalto, cidadãos brasileiros com mais de 25 anos poderão compra

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

São casos exemplares que demonstram comportamentos opostos dos governos

Governo de Bolsanaro vai fazer pente fino em 2 milhões de benefícios do INSS

Governo de Bolsanaro vai fazer pente fino em 2 milhões de benefícios do INSS

O governo federal vai fazer uma auditoria em 2 milhões de benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que têm indícios de irregul