Porto Velho (RO) domingo, 25 de agosto de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Meta do governo é expandir crédito a 50% do PIB


Eliane Oliveira (Agência O Globo)BRASÍLIA - O ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, confirmou nesta quarta-feira que o governo estuda novas desonerações no setor produtivo. Segundo ele, o tema nunca saiu da pauta e continua em análise. O ministro indicou, no entanto, que as medidas de expansão de crédito devem sair antes da redução de tributos. A idéia do governo é que em quatro anos o volume de crédito passe dos atuais 33% para 50% do Produto Interno Bruto (PIB).- Já fizemos duas reuniões com o presidente Lula e ele brincou dizendo que agora não quer mais saber de reuniões. Ele quer as medidas - disse o ministro.Quanto à participação no PIB, Bernardo destacou que o volume de crédito no Japão corresponde ao dobro do PIB naquele país e, nos EUA, a relação é equilibrada. Já no Chile a participação é de 50% do PIB. - De 2002 a 2006, o volume de crédito na economia subiu de 23% para 33% do PIB. Esse aumento de 10 pontos percentuais corresponde a uma oferta maior de R$ 220 bilhões, dos quais R$ 40 bilhões de crédito consignado - afirmou.Uma das prioridades do governo, disse Bernardo, é reduzir os custos dos empréstimos. E o crédito consignado é um caminho importante.- Os juros chegam a 60% ao ano, enquanto no crédito consignado as taxas caem para 30%, destacou Bernado.

Mais Sobre Política - Nacional

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

 Há pelo menos seis anos, setores do governo brasileiro estudam construir quatro grandes hidrelétricas, duas delas na Região Norte, uma delas em Rondô

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta segunda-feira o PL 2438/19 de autoria da deputada Mariana Carvalho (RO) e do deputado Rafael Motta que

Justiça partidária condena PT em Curitiba e blinda PSDB em São Paulo

Justiça partidária condena PT em Curitiba e blinda PSDB em São Paulo

Implacável para condenar lideranças do PT na República de Curitiba, a Justiça brasileira não mostra o mesmo furor para investigar e julgar os tucanões

FGTS: Anúncio sobre saques fica para a próxima semana, diz Onyx

FGTS: Anúncio sobre saques fica para a próxima semana, diz Onyx

O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou que o anúncio da liberação de saques das contas ativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviç