Porto Velho (RO) sábado, 18 de agosto de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Mello diz que proposta de congelamento de salário do STF é retaliação do Legislativo


Catarina Alencastro - Agência O GloboBRASÍLIA - O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Mello confirmou, nesta segunda-feira, a declaração que fez mais cedo em São Paulo em resposta ao projeto de congelar os salários dos ministros do STF até que se chegue a um consenso sobre o limite do salário do funcionalismo público federal. A hipótese, que segundo Mello causaria um "faroeste" entre o Legislativo e o Judiciário, foi levantada durante a campanha da Câmara e repetida pelo presidente eleito da Casa, Arlindo Chinaglia (PT-SP).Mello se dispôs a trocar de lugar com os deputados, afirmando que os parlamentares, somados os benefícios que recebem, ganham muito mais do que os magistrados.- Estou disposto a partir para o desafio de trocar de posição com o Legislativo. O parlamentar tem inúmeras vantagens que nós não temos. Eles têm penduricalhos infindáveis. Imaginar o congelamento dos salários do Judiciário não se coaduna com o Estado de democrático de direito - disse.Segundo Mello, os parlamentares querem congelar os salários do STF em retaliação ao fato de a instituição ter vetado, no ano passado, a equiparação do salário dos congressistas aos dos ministros do STF.- É retaliação. Nós buscamos o funcionamento das instituições. Quando os deputados cogitam o congelamento dos salários do Supremo, esquecem que os poderes se respeitam mutuamente. É evidenciar um verdadeiro faroeste - afirmou Mello, defendendo o salário dos ministros, que são os funcionários públicos que recebem os maiores vencimentos: R$ 24.500 por mês.

Mais Sobre Política - Nacional

Do Pato Donald ao caos financeiro, Abril fecha revistas, demite 800 e entra em decadência

Do Pato Donald ao caos financeiro, Abril fecha revistas, demite 800 e entra em decadência

BLOG NOCAUTECom informações do Poder 360A Editora Abril, que já foi a maior do Brasil, acumulou dívidas de cerca de R$ 1,6 bilhão. Só na semana passad

Engenharia do caos: 27 milhões sem trabalho

Engenharia do caos: 27 milhões sem trabalho

O jornalista e escritor Palmério Dória denuncia em seu Twitter o cinismo escancarado do Grupo Globo em omitir o que ele chama de 'engenharia do caos';

 Moro age como se fosse autoridade superior, diz Favreto no CNJ

Moro age como se fosse autoridade superior, diz Favreto no CNJ

O desembargador do TRF-4 Rogério Fraveto, que em 8 de julho determinou a soltura do ex-presidente Lula, decisão que não foi cumprida, disse, em sua de

Grupo Abril pede recuperação judicial

Grupo Abril pede recuperação judicial

O grupo Abril entrou com um pedido recuperação judicial nesta quarta-feira (15); plano de recuperação judicial será mostrado aos credores em até 60 di