Porto Velho (RO) quarta-feira, 11 de dezembro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Mais de 1 milhão de pessoas precisam de próteses


Isabela Vieira
Agência Brasil

Brasília - Em 2006, 250 mil pessoas receberam próteses ou órteses, de acordo com o Ministério da Saúde. Entretanto, dados do próprio ministério revelam que mais de 1 milhão de pessoas no Brasil ainda não conseguiram ter acesso a esses equipamentos. Próteses são aparelhos que substituem ossos ou cartilagens e órteses, equipamentos externos que ajudam o paciente a superar alguma dificuldade ou deficiência (palmilhas, cadeiras de rodas e aparelhos auditivos, por exemplo). O fornecimento de próteses e órteses pela rede pública de saúde está previsto no Decreto 3.298 de 1999.

A expectativa do ministério é de que a atual demanda aumente nos próximos três anos. No período, o Sistema Único de Saúde (SUS) deve atender mais de 1 milhão de pacientes.

Muitos dos pacientes com artrite (reumatismo) precisam de próteses. A doença desgasta e inflama as articulações tirando a mobilidade do corpo. Em alguns casos, para ter de volta os movimentos é necessário implantar aparelhos em vários membros, como é o caso da professora aposentada Maria Francisca Vale.

Ela usa próteses nos ombros, no quadril e está prestes a colocar mais duas nos joelhos. Paciente do Sistema Único de Saúde no Rio Grande do Norte, ela conta com os equipamentos, implantados por meio de cirurgia, há 11 anos. Alguns, como as próteses dos ombros precisam ser trocadas, pois, só deveriam durar sete anos. “Mas a dor e o processo da cirurgia são tão complicados e dolorosos que tenho medo de voltar ao médico”, disse Maria Francisca que também é diabética.

Hoje, ela mal consegue andar e passa a maior parte do dia sentada. Para tomar banho, fazer comida e cuidar de três filhos conta com a ajuda de órteses como a muleta, a cadeiras de rodas e a de assento, com as quais gastou mais de R$ 500 nos últimos cinco anos.

Além de pacientes com artrite, também precisam de próteses – neste caso de uso externo – ou órteses sob medida pessoas com braços ou pernas amputadas em virtude de doenças como diabetes, tabagismo ou de algum tipo de acidente. Esse também é o caso das pessoas que nasceram com deficiência e têm o direito de receber cadeiras de rodas, calçados ortopédicos e aparelhos auditivos.

Mesmo assegurado em lei, o acesso a esses aparelhos não é tão simples. O presidente do Grupo de Pacientes Artríticos de Goiás, Fábio dos Reis Fonseca, conta que a maioria das pessoas que procura a associação está na fila há muito tempo. “A espera pode chegar há três anos aqui.”

Do Amazonas, a presidente do Grupo de Pacientes Artríticos, Maria Rita Duarte, diz que lá a fila é de um ano e seis meses.

A demora pode estar relacionada à deficiência dos serviços de reabilitação nos estados, justifica a coordenadora da área de Saúde da Pessoa com Deficiência do Ministério da Saúde, Érika Piasaneschi. “O problema pode ser a estruturação do serviço. O dinheiro é repassado, mas são os estados que definem suas prioridades”, disse.

Ela afirma também que entre os motivos da demanda de 1 milhão de pacientes não atendidos está o desconhecimento da população sobre os serviços de reabilitação e o fornecimento dos equipamentos.

Além da dificuldade para se conseguir uma prótese ou órtese no Brasil, o presidente da Associação Brasileira de Ortopedia Técnica (Abotec), o médico Henrique Grego Maia, levanta outro problema: sem as adaptações necessárias e sem dinheiro para pagar pela manutenção dos aparelhos, que podem custar até R$ 4 mil, 60% dos pacientes abandonam as próteses de uso externo, principalmente a de braços e pernas.

Mais Sobre Política - Nacional

Jaqueline Cassol cobra votação da MP que garante Revalida

Jaqueline Cassol cobra votação da MP que garante Revalida

A deputada federal Jaqueline Cassol (PP-RO) cobrou do presidente Rodrigo Maia (DEM-RJ) a votação, antes que encerre o prazo, da Medida Provisórias cri

Supremo Tribunal Federal mantém decisão que proíbe gestantes em atividade insalubre

Supremo Tribunal Federal mantém decisão que proíbe gestantes em atividade insalubre

Por unanimidade e em ambiente virtual, o Supremo Tribunal Federal (STF) rejeitou recurso da Advocacia-Geral da União (AGU) e manteve a decisão, tomada

Boa notícia: Lula dará ao velho amigo 1ª entrevista fora da prisão

Boa notícia: Lula dará ao velho amigo 1ª entrevista fora da prisão

Neste ano e meio que ele está preso, não tive condições de viajar a Curitiba e fiquei esperando o amigo sair da prisão para poder falar com ele, certo

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) pediu nesta segunda-feira (14/10) cautela aos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Para o p