Porto Velho (RO) quarta-feira, 24 de abril de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Maioria dos envolvidos com sanguessugas não se reelege, mas mensaleiros são perdoados


Agência O GloboBRASÍLIA - Os eleitores não perdoaram os parlamentares envolvidos no escândalo dos sanguessugas. Dos 64 deputados e senadores que respondem a inquérito no Supremo Tribunal Federal (STF) e foram candidatos, 56 deles (92,1%) foram derrotados nas urnas. A grande maioria passou longe do número necessário de votos para garantir o retorno e,de quebra, perderam o foro privilegiado para responder a prováveis processos judiciaisApenas oito citados no caso conseguiram se eleger. Cinco deles, no entanto, começam o novo mandato já respondendo a processos de cassação.Os eleitores do Rio e de São Paulo impuseram derrotas acachapantes aos sanguessugas. Todos os dez candidatos fluminenses e os nove paulistas envolvidos no escândalo não conseguiram se reeleger.Ao contrário dos sanguessugas, que foram rejeitados pelo eleitor, a maioria dos deputados acusados de envolvimento com o mensalão teve bom desempenho nas urnas e conseguiu se reeleger com folga. Dos 12 parlamentares acusados de receber dinheiro do valerioduto e disputaram a eleição, sete conseguiram assegurar uma vaga na Câmara dos Deputados.

Mais Sobre Política - Nacional

Senador Marcos Rogério sugere o afastamento cautelar de diretor-geral da ANTT

Senador Marcos Rogério sugere o afastamento cautelar de diretor-geral da ANTT

Na manhã desta terça-feira, durante a abertura da reunião da Comissão de Infraestrutura, o senador Marcos Rogério sugeriu o afastamento cautelar do

Cultura: Contratos de patrocínio da Petrobras passam por revisão, diz Jair Bolsonaro

Cultura: Contratos de patrocínio da Petrobras passam por revisão, diz Jair Bolsonaro

O governo federal determinou a revisão dos contratos da Petrobras que estão em vigor para patrocínios ligados ao setor de cultura. Em publicação hoje 

Decreto de Jair Bolsonaro extingue centenas de canais de participação social em políticas públicas

Decreto de Jair Bolsonaro extingue centenas de canais de participação social em políticas públicas

No pacote divulgado ontem (11) para marcar os 100 dias de governo, o presidente Jair Bolsonaro assinou o Decreto 9.759, que pretende diminuir de 700 p

Senador Confúcio Moura faz intervenção e ministro da Saúde manterá tratamento de saúde especial aos indígenas

Senador Confúcio Moura faz intervenção e ministro da Saúde manterá tratamento de saúde especial aos indígenas

Diversas lideranças indígenas procuraram os vereadores Joveci do Pacarana (PSDB) e Adão Salvatico (PRB), em Espigão do Oeste, para tentar impedir a ex