Porto Velho (RO) segunda-feira, 20 de agosto de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Magistrados podem ser obrigados a devolver dinheiro acima do teto


Carolina Brígido - Agência O Globo

BRASÍLIA - De acordo com a Lei Orgânica da Magistratura Nacional (Loman), se ficar comprovada má-fé ou desvio de conduta por parte dos presidentes de tribunais que se recusaram a cortar os salários acima do teto de R$ 22.111 e mantiveram pagamentos indevidos, eles poderão ser punidos inclusive com o afastamento da magistratura.

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) também poderá enviar o caso ao Ministério Público para propor ação por crime de responsabilidade contra o magistrado. Mas o secretário do CNJ, o juiz Sérgio Tejada, não acredita que, na prática, isso aconteça.- (As punições são) em tese. É uma possibilidade muito remota. O nosso interesse é corrigir - explicou.

Entretanto, o secretário afirmou que, se o CNJ confirmar que os salários pagos além do teto são mesmo indevidos, o beneficiário do privilégio terá de devolver os valores ao poder público em valores retroativos a julho de 2006 - a data da primeira determinação de cortes do Conselho.

- Eventualmente, os valores recebidos indevidamente terão que ser devolvidos aos cofres públicos - alertou o juiz.Tejada disse que, entre os tribunais que não cumpriram a determinação do CNJ, alguns chegaram a adequar poucos salários ao limite de R$ 22.111. No entanto, o número de irregularidades não teria modificado muito. Ainda não existe um levantamento oficial sobre quantos servidores do Judiciário ainda recebem vencimentos excessivos.

Mais Sobre Política - Nacional

Do Pato Donald ao caos financeiro, Abril fecha revistas, demite 800 e entra em decadência

Do Pato Donald ao caos financeiro, Abril fecha revistas, demite 800 e entra em decadência

BLOG NOCAUTECom informações do Poder 360A Editora Abril, que já foi a maior do Brasil, acumulou dívidas de cerca de R$ 1,6 bilhão. Só na semana passad

Engenharia do caos: 27 milhões sem trabalho

Engenharia do caos: 27 milhões sem trabalho

O jornalista e escritor Palmério Dória denuncia em seu Twitter o cinismo escancarado do Grupo Globo em omitir o que ele chama de 'engenharia do caos';

 Moro age como se fosse autoridade superior, diz Favreto no CNJ

Moro age como se fosse autoridade superior, diz Favreto no CNJ

O desembargador do TRF-4 Rogério Fraveto, que em 8 de julho determinou a soltura do ex-presidente Lula, decisão que não foi cumprida, disse, em sua de

Grupo Abril pede recuperação judicial

Grupo Abril pede recuperação judicial

O grupo Abril entrou com um pedido recuperação judicial nesta quarta-feira (15); plano de recuperação judicial será mostrado aos credores em até 60 di