Porto Velho (RO) quinta-feira, 19 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Lula reafirma que deixa a Presidência, mas não a política


 

Vinicius Konchinski
Agência Brasil

São Bernardo do Campo (SP) – O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi homenageado na noite de ontem (1º) em São Bernardo do Campo. Ao chegar à cidade em que iniciou a carreira política, ele foi recebido com festa e falou sobre seu futuro: “O fato de eu ter deixado a Presidência da República não significa que eu deixei a política.”

A festa foi organizada pelo Partido dos Trabalhadores (PT) em frente ao prédio em que Lula voltará a morar. Cerca de 2 mil pessoas participaram do evento, apesar da garoa que caia em São Bernardo.

O ex-presidente chegou por volta das 22h45, com mais de três horas de atraso. Foi recebido com uma bateria de fogos de artifício, com a música-tema das vitórias de Ayrton Senna e aplausos.

Emocionado, Lula começou o discurso dizendo que não falaria muito pois não queria mais chorar. Agradeceu aos colegas de partido pela festa, ao prefeito de São Bernardo do Campo, Luiz Marinho (PT), pela recepção e ao apoio da população.

O ex-presidente lembrou dos problemas enfrentados durante os dois mandatos e afirmou ter sido vítima de preconceito por ser metalúrgico e não ter um diploma universitário. Lembrou ainda os altos índices de aprovação de seu governo para dizer que deixa a Presidência satisfeito. “Volto para casa com a cabeça erguida e com a sensação de dever cumprido”, afirmou.

Lula ainda pediu o apoio dos cidadãos à presidenta Dilma Rousseff. “Amem a Dilma como vocês me amaram”.

Ele disse também que está orgulhoso de entregar a faixa presidencial à primeira mulher eleita presidente do país. Afirmou ainda que estará pronto para ajudá-la sempre que for convocado.

“Eu quero descansar pelo menos 20 dias para começar a pensar o que eu vou fazer neste país”, afirmou. “Se a companheira Dilma me convocar, estarei pronto para ajudar.”


 

Mais Sobre Política - Nacional

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

 Há pelo menos seis anos, setores do governo brasileiro estudam construir quatro grandes hidrelétricas, duas delas na Região Norte, uma delas em Rondô

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta segunda-feira o PL 2438/19 de autoria da deputada Mariana Carvalho (RO) e do deputado Rafael Motta que

Justiça partidária condena PT em Curitiba e blinda PSDB em São Paulo

Justiça partidária condena PT em Curitiba e blinda PSDB em São Paulo

Implacável para condenar lideranças do PT na República de Curitiba, a Justiça brasileira não mostra o mesmo furor para investigar e julgar os tucanões

FGTS: Anúncio sobre saques fica para a próxima semana, diz Onyx

FGTS: Anúncio sobre saques fica para a próxima semana, diz Onyx

O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou que o anúncio da liberação de saques das contas ativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviç