Porto Velho (RO) quarta-feira, 15 de agosto de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Lula pede preço justo para gás boliviano


Eliane Oliveira - Agência O Globo, enviada especialCOCHABAMBA (Bolívia) - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que o Brasil quer um preço justo para o gás natural, ao se reunir neste sábado com o presidente da Bolívia, Evo Morales. Segundo o chanceler Celso Amorim, Lula afirmou que é preciso equilíbrio na negociação que está ocorrendo entre a Petrobrás e a estatal boliviana YPFB.- Preço é uma questão de mercado. Tem que ser um preço justo para quem é detentor dos recursos naturais (a Bolívia), mas que ao mesmo tempo torne viável o empreendimento - disse Amorim.Para Amorim, a negociação ganhou um novo impulso político, o quadro melhorou e, agora, a própria Petrobras já fala em fazer novos investimentos na Bolívia. O Brasil, acrescentou o ministro, também discute outras formas de cooperação.- O quadro político que se criou favoreceu a negociação dentro de uma visão mais conjunta dos fatos, sem olharmos apenas o preço, mas também os investimentos - afirmou o ministro.

Mais Sobre Política - Nacional

Sonegação de R$ 26 bi do Itaú vai a julgamento. É a maior da história

Sonegação de R$ 26 bi do Itaú vai a julgamento. É a maior da história

Está revogada a decisão do Carf que havia livrado o banco de pagamento de multa de R$ 26 bilhões por sonegação de impostos; é a maior da história...

Bancários se manifestam em Brasília em defesa de bancos públicos

Bancários se manifestam em Brasília em defesa de bancos públicos

Bancários protestam contra as resoluções da Comissão Interministerial de Governança Corporativa e de Administração de Participações Societárias da Uni

Trabalhadores de todas as idades já podem sacar cotas do Pis/Pasep

Trabalhadores de todas as idades já podem sacar cotas do Pis/Pasep

Trabalhadores de todas as idades que tiverem direito a cotas dos fundos dos programas de Integração Social (PIS) e de Formação do Patrimônio do Servid

Herança de Temer continua em 'construção': 79,5 mil moradias populares são canceladas

Herança de Temer continua em 'construção': 79,5 mil moradias populares são canceladas

Em reunião ocorrida no Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), em Brasília (DF), lideranças dos movimentos populares foram informadas q