Porto Velho (RO) domingo, 24 de junho de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Lula diz que tem gente que busca 'outros meios' para evitar que ele se reeleja


Luiza Damé - Agência O GloboBRASÍLIA - Embora tenha dito que vai ganhar as eleições, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva conclamou os prefeitos a trabalhar até o dia 1º de outubro, e disse que é preciso "ficar de olho no processo porque no Brasil algumas pessoas ainda não aprenderam a viver em democracia". Cerca de 500 pessoas participaram do encontro em que foi entregue o manifesto de apoio à reeleição de Lula, assinado por 2.135 prefeitos do país.- É preciso ficar de olho porque tem gente neste país que ainda não aprendeu a viver na democracia. Tem gente neste país que falou: 'Vamos deixar o operário entrar. Ele não vai dar certo e depois a gente volta com toda força'. Só que os números mostram que nós demos mais certo do que eles. E eles agora estão ansiosos para ver se existem outros meios, que não a relação democrática da eleição, para evitar que as pessoas dirijam este país - afirmou o presidente em seu discurso na cerimônia, realizada no Hotel Nacional.O presidente disse estar otimista para um segundo mandato, e que não vai "baixar o nível" do debate. Lula afirmou que nesta sexta-feira pela manhã recebeu um telefonema da primeira-dama, dona Marisa Letícia, que pediu para ele não ficar nervoso nem ofender os adversários. O presidente afirmou que vai ficar tranqüilo, 'pois quem tem razão para ficar nervosos' são seus adversários.- Eu tomei uma decisão: me manterei tranqüilo. Quanto mais eles baixarem o nível, mais eu vou elevar o nível. Eu digo todo santo dia que uma campanha serve para conquistar votos, mas uma campanha também serve para conscientizar a sociedade brasileira porque nós haveremos de um dia ter um povo tão consciente que as pessoas terão mais dificuldade de enganar o povo, de mentir para o povo. Essa é uma contribuição que um candidato tem que dar. E eu vou continuar dando essa contribuição - disse.Ao falar sobre sua adolescência e das dificuldades para se manter com um salário baixo, o vice-presidente José Alencar se emocionou e chorou. Alencar interrompeu o discurso quando afirmava que seu pai o ajudaria.- Papai, é claro, me ajudaria. Eu administrei a viabilidade do meu orçamento aos 14 anos - disse Alencar, que destacava o ajuste fiscal feito por Lula.

Mais Sobre Política - Nacional

Marco Aurélio Mello culpa Cármen Lúcia por prisão ilegal de Lula

Marco Aurélio Mello culpa Cármen Lúcia por prisão ilegal de Lula

 247 – Um dia depois de denunciar à televisão portuguesa que o ex-presidente Lula está preso ilegalmente no Brasil (saiba mais aqui), o ministro Marco

 'Decisão de Fux já custou mais de R$ 4 bi ao País'

'Decisão de Fux já custou mais de R$ 4 bi ao País'

"Uma decisão tomada há quase quatro anos pelo ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal, já custou mais de R$ 4 bilhões aos cofres públicos sem

No mesmo dia em que manobrou contra Lula, Fachin livrou Temer

No mesmo dia em que manobrou contra Lula, Fachin livrou Temer

Fachin arquivou uma investigação da Polícia Federal que recaía contra Temer. A apuração era sobre um manuscrito apreendido no gabinete do senador pel

Ministro de Temer fala em 'guerra letal' nas favelas e avisa que 'criança bonitinha' pode virar alvo

Ministro de Temer fala em 'guerra letal' nas favelas e avisa que 'criança bonitinha' pode virar alvo

"Você vê uma criança bonitinha, de 12 anos de idade, entrando em uma escola pública, não sabe o que ela vai fazer depois da escola. É muito complicado