Porto Velho (RO) sábado, 14 de dezembro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Lula diz que é amigo de Serra e Aécio


Cristiane Jungblut - Agência O GloboBRASÍLIA - Ao discursar durante o almoço com governadores aliados, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu que seus adversários deixem para fazer oposição em 2010 porque agora o importante é o diálogo, uma união para governar o país. Lula repetiu que tem uma relação muito boa com governadores da oposição, citando os nomes de José Serra e Aécio Neves.- Se alguém quiser fazer oposição a mim, o faça em 2010, quando não serei mais candidato. Se eu tiver que fazer oposição a algum governador, eu também deixo para fazer em 2010. Acho que num segundo mandato temos que provar que é possível governar o Brasil diferentemente do que atualmente se governa. Nossa relação com Aécio, com Serra, é histórica, de 20/30 anos. Não é relação de uma eleição. A disputa político-ideológica terminou no dia da apuração (dos votos) - disse Lula, acrescentando de forma descontraída:- Se vocês quiserem correr de mim, podem preparar as canelas porque estou fisicamente melhor do que estava no começo de 2002 (provavelmente ele queria dizer 2003), e vou correr atrás de vocês - disse Lula, olhando para os governadores aliados.Lula repetiu que quer conversar com o PSDB, citando o nome do presidente do partido, Tasso Jereissati, e afirmou que na próxima semana terá encontros com a direção de PDT, PV e PSB, além de integrantes do PPS e do PFL.- Agora, quando um não quer, dois não conversam.Lula também fez uma deferência especial ao governador eleito do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, ao dizer que desde quando Dom João VI pisou no Rio "a gente não tem condições de ter uma aliança política dessa envergadura".O presidente também fez uma espécie de mea-culpa sobre como costuma formar sua equipe e também deu um recado a seus ministros, nesse momento de pré-reforma ministerial, quando deu um conselho aos novos governadores:- Dou um conselho aos governadores novos. Montar um governo é 50% do sucesso do governo. Convidar alguém para ocupar um cargo é muito fácil, agora, tirar alguém é muito difícil. Nessa hora não tem relação de amigo, nessa hora é relação de chefe de Estado. Vocês vão perceber que na máquina pública há muitas pessoas esperando uma oportunidade, e temos que convidar as pessoas mais qualificadas. Então, ao invés de procurar apenas um amigo, procurem alguém que está querendo uma chance. Aprendi um lição: a máquina pública, quanto mais eficiente ela for, mais fácil será para o governante governar.Lula voltou a dizer que não está preocupado com a reforma ministerial agora, e sim, com o pacote eoncômico e as medidas na área de infra-estrutura para destravar o país e a economia.- O país está travado - disse o presidente, que já deixou o encontro.

Mais Sobre Política - Nacional

Jaqueline Cassol cobra votação da MP que garante Revalida

Jaqueline Cassol cobra votação da MP que garante Revalida

A deputada federal Jaqueline Cassol (PP-RO) cobrou do presidente Rodrigo Maia (DEM-RJ) a votação, antes que encerre o prazo, da Medida Provisórias cri

Supremo Tribunal Federal mantém decisão que proíbe gestantes em atividade insalubre

Supremo Tribunal Federal mantém decisão que proíbe gestantes em atividade insalubre

Por unanimidade e em ambiente virtual, o Supremo Tribunal Federal (STF) rejeitou recurso da Advocacia-Geral da União (AGU) e manteve a decisão, tomada

Boa notícia: Lula dará ao velho amigo 1ª entrevista fora da prisão

Boa notícia: Lula dará ao velho amigo 1ª entrevista fora da prisão

Neste ano e meio que ele está preso, não tive condições de viajar a Curitiba e fiquei esperando o amigo sair da prisão para poder falar com ele, certo

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) pediu nesta segunda-feira (14/10) cautela aos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Para o p