Porto Velho (RO) sábado, 4 de julho de 2020
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Líderes da greve terão pena mais severa, diz Aeronáutica


Regina Alvarez - Agência O Globo BRASÍLIA - Os 18 controladores que se recusaram a assumir seus postos no centro de controle em Brasília, o Cindacta 1, na sexta-feira passada, devem ser indiciados num Inquérito Policial Militar (IPM) aberto pela FAB por determinação do Ministério Público Militar (MPM). No entanto, o Comando da Aeronáutica vai concentrar em um pequeno grupo as punições mais severas, em especial, nos líderes da greve, aos quais será atribuído o crime de motim. O grupo de mais de cem rebelados que estavam nas dependências do Cindacta 1 deve receber punições mais leves. Nesta quarta-feira, foram abertos mais dois IPMs, em Manaus e Curitiba, onde também aconteceram rebeliões de controladores. Mas, nesses dois casos, as investigações só começam na segunda-feira. Segundo a promotora do Ministério Público Militar Ione de Souza Cruz, os controladores enquadrados no crime de motim devem ser expulsos da Força Aérea, e, assim, cumprirão a pena como civis, em presídios comuns. Entre os controladores, o sentimento é de total insatisfação com a decisão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva de voltar atrás no acordo fechado semana passada. Nesta quarta-feira, os militares trabalharam sob forte pressão, reclamando das condições impostas pelos oficiais. Apesar de negarem que estejam organizando novas paralisações na Páscoa, os dirigentes do setor dizem que a situação é como "pólvora pura" e não descartam a possibilidade de novas greves. E o governo se prepara para elaborar um programa de reestruturação das Forças Armadas, que deverá começar pela Aeronáutica, epicentro da atual crise. Com esse objetivo, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva vai convocar, em 15 dias, o Conselho de Defesa Nacional. O plano, já apelidado de por aliados de "PAC militar", em alusão ao Programa de Aceleração do Crescimento, incluirá a compra de novos equipamentos para o controle do tráfego aéreo, de satélites e de helicópteros russos, além do projeto da Marinha de ter um submarino. - Não tem troca de ministro. A reforma ministerial acabou. Se queden tranquiles - disse Lula, tentando arranhar um espanhol. No dia anterior, terça-feira, o Comando da Aeronáutica, que reassumiu o controle total do tráfego aéreo do país, anunciou ter elaborado um plano de emergência para garantir o funcionamento dos aeroportos em caso de uma nova paralisação. Para essa espécie de plano B, que pode ser adotado a qualquer momento, inclusive no feriado da Páscoa, a Força Aérea Brasileira (FAB) mobilizou cerca de mil militares, em todo o Brasil, com formação de controlador de tráfego aéreo, mas que não atuam na aviação civil. Atualmente, existem 2,5 mil controladores no país.

Mais Sobre Política - Nacional

Mariana Carvalho defende novas medidas aprovadas pelo Congresso no enfrentamento à Covid-19

Mariana Carvalho defende novas medidas aprovadas pelo Congresso no enfrentamento à Covid-19

A deputada federal Mariana Carvalho (PSDB-RO) defendeu nesta quinta-feira (2) as medidas que estão sendo aprovadas pela Câmara e pelo Senado no

Relator revisor da MP 924 - Coronavírus, Dep Lucio Mosquini destaca liberação de 5 Bilhões para enfrentamento da crise na saúde

Relator revisor da MP 924 - Coronavírus, Dep Lucio Mosquini destaca liberação de 5 Bilhões para enfrentamento da crise na saúde

O deputado federal Lucio Mosquini é o relator revisor da MP 924/2020, conhecida como MP do Enfrentamento do coronavírus. O Senador Eduardo Gomes també

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Rede Brasil Atual - Deputados da oposição anunciaram hoje (5) que vão apresentar denúncia no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o ministro da Edu