Porto Velho (RO) terça-feira, 13 de novembro de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Líder do PT diz que Senado foi irresponsável


Agência O GloboBRASÍLIA - O líder do PT na Câmara, Henrique Fontana (RS), fez duras críticas nesta quarta-feira ao Senado, que ontem aprovou uma espécie de 13º salário para as famílias que recebem o Bolsa Família. Segundo ele, a oposição está fazendo demagogia com o programa, em vez de votar outros projetos de interesse do país, como a Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas e o Fundeb.O líder do PT chegou a dizer que o Senado não vem exercendo seu papel de governar o país ao lado do Executivo e que a oposição, que tem maioria na Casa, já deveria ter baixado as armas, uma vez que a eleição já passou. Ele disse ainda que é irresponsabilidade aprovar uma despesa sem previsão de receita no Orçamento.- A sensação que tenho é que continua a lógica eleitoral. Ironicamente, eu fiquei até feliz porque o PSDB e o PFL mostram que mudaram de idéia. Antes diziam que era um programa eleitoral, agora começam a elogiar o projeto, mas defendem de forma demagógica e irresponsável. A hora deveria ser de baixar as armas e votar coisas importantes para o país, como a Lei Geral e o Fundeb. O Senado é a festa da irresponsabilidade. Não vem exercendo o papel de governar o país junto com o Executivo. Aqui não vamos fazer isso - disse.

Mais Sobre Política - Nacional

JUÍZA SUBSTITUTA DE MORO NEGA PEDIDO DE LULA PARA SER INTERROGADO DE NOVO

JUÍZA SUBSTITUTA DE MORO NEGA PEDIDO DE LULA PARA SER INTERROGADO DE NOVO

A juíza federal substituta Gabriela Hardt negou, nesta terça-feira (13), o pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para que ele

Bolsonaro anuncia o general Fernando Azevedo e Silva para a Defesa

Bolsonaro anuncia o general Fernando Azevedo e Silva para a Defesa

A pasta seria ocupada inicialmente pelo general Augusto Heleno

Projeto de Mariana Carvalho isenta motorista de novos exames dentro da validade da CNH

Projeto de Mariana Carvalho isenta motorista de novos exames dentro da validade da CNH

O exame tem validade de cinco anos para condutores com menos de 65 anos.

Haddad, Ciro, Boulos e os rumos dos progressistas

Haddad, Ciro, Boulos e os rumos dos progressistas

Haddad, Ciro e Boulos precisam decidir se querem dar um passo em frente ou dois passos atrás.