Porto Velho (RO) quarta-feira, 20 de junho de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Líder do governo diz que Alckmin cobra de Lula o que tucanos não fizeram


Isabel Braga - Agência O GloboBRASÍLIA - O líder do governo na Câmara, Arlindo Chinaglia (PT-SP), acusou o tucano Geraldo Alckmin de usar mentiras nos debates na TV para tentar ganhar votos, e de cobrar do presidente Luiz Inácio Lula da Silva aquilo que os tucanos não fizeram quando estavam no governo, citando o escândalo dos sanguessugas. Segundo ele, o esquema de venda superfaturada de ambulâncias começou no governo passado e só foi investigado no governo Lula.- O Alckmin tem usado dados inverídicos para galgar posições. Os debates em segundo turno foram importantes para o Lula apresentar contas das ações do governo, a importância dos programas de inclusão digital e do Bolsa Família, que o Alckmin agora diz que vai dar continuidade. No primeiro debate, Alckmin foi deselegante e ofensivo, e viu que não dava resultado. Lula impôs respeito e ficou caracterizado que os tucanos cobram do governo Lula o que eles não fizeram, como no esquema dos sanguessugas, que eles não investigaram. Esta é a diferença: um que diz que tem que ser feito e o outro que fez - afirmou.Chinaglia disse que tudo caminha para a vitória de Lula, e que num eventual segundo mandato será preciso construir uma nova base de apoio ao governo para aprovar matérias como Fundeb, reforma tributária e fiscal. Para o líder do governo, é importante manter o nível do diálogo para que se possa negociar matérias importantes nos próximos anos. - Não estamos quebrando pontes. Se tivéssemos reagido a discuros duros, muitos deles beirando a histeria, não teríamos governado, mas os resultados estão aqui. Não haverá queima de pontes. Teremos que construir uma nova base de apoio do governo. Há uma diferença natural entre palanque e trabalho. Com a vitória, espero que todos desçamos do palanque e possamos negociar uma pauta. Mas acho que vamos conseguir trabalhar melhor no próximo mandato.

Mais Sobre Política - Nacional

Delfim Netto: “Próximo presidente vai ser impichado”

Delfim Netto: “Próximo presidente vai ser impichado”

Não é uma previsão catastrofista, garante, mas uma "leitura simples" a partir do que o sistema político-eleitoral foi capaz de produzir até hoje

Gleisi vence de goleada acusação farsesca: 5 a 0

Gleisi vence de goleada acusação farsesca: 5 a 0

Por unanimidade, a 2ª Turma do STF absolveu a senadora Gleisi Hoffmann, seu marido, o ex-ministro Paulo Bernardo, e o empresário Ernesto Kugler das ac

STF confirma julgamento da liberdade de Lula no dia 26

STF confirma julgamento da liberdade de Lula no dia 26

Após a convocação de uma sessão extraordinária para a próxima terça-feira, a Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal confirmou a inclusão na pauta

Pimenta avisa: CPI das delações fará seu trabalho

Pimenta avisa: CPI das delações fará seu trabalho

A quem interessa tolher o poder de investigação do Parlamento brasileiro?