Porto Velho (RO) sexta-feira, 18 de janeiro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Legacy tentou falar com a torre um segundo antes do choque


Jailton de Carvalho - Agência O GloboBRASÍLIA - O relatório preliminar da comissão da Aeronáutica que investiga o acidente entre o Boeing 737-800 da Gol e o Legacy da empresa americana ExcelAire mostra que os pilotos do jatinho tentaram falar com a torre de controle de Brasília um segundo antes do choque, ocorrido às 16h56m54s do dia 29 de setembro. De acordo com o relatório, o Legacy fez 19 tentativas de contato com a torre de Brasília, sete delas entre as 16h54m16s e as 16h56m53s.Às 16h53m39s, o Legacy conseguiu ouvir a última das sete chamadas do centro de Brasília, feita às cegas, já que jato não estava mais no radar. O centro de Brasília orientava o jatinho a chamar o centro de controle da Amazônia. Como não conseguiram copiar as freqüências, os pilotos do jatinho responderam ao chamado do centro de Brasília pedindo que fossem repetidos os decimais da primeira freqüência informada. O centro de Brasília não recebeu essa mensagem.De acordo com o relatório, a asa esquerda de um avião tocou na asa esquerda do outro. O Boeing levou pouco mais de um minuto para chegar ao chão.

Mais Sobre Política - Nacional

HASTA LA VISTA, BAMBINO

HASTA LA VISTA, BAMBINO

Césare Battisti buscou a proteção de Evo Morales, seu aliado de esquerda.

Jair Bolsanaro assina decreto e  pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

Jair Bolsanaro assina decreto e pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

A partir do decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro hoje (15), no Palácio do Planalto, cidadãos brasileiros com mais de 25 anos poderão compra

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

São casos exemplares que demonstram comportamentos opostos dos governos

Governo de Bolsanaro vai fazer pente fino em 2 milhões de benefícios do INSS

Governo de Bolsanaro vai fazer pente fino em 2 milhões de benefícios do INSS

O governo federal vai fazer uma auditoria em 2 milhões de benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que têm indícios de irregul