Porto Velho (RO) sábado, 21 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Justiça solta 12, mas governador do Amapá permanece preso na PF


 
Lisiane Wandscheer
Agência Brasil

Brasília - O governador do Amapá, Pedro Paulo Dias, e mais cinco pessoas acusadas de envolvimento no desvio de recursos do estado tiveram prisão prorrogada por mais cinco dias. Durante a madrugada de hoje (15), 12 suspeitos, que estavam em presídios do Distrito Federal, foram soltos. Na última sexta-feira (10), 18 pessoas foram trazidas pela Polícia Federal no Amapá para Brasília.

Ontem (14), o ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), João Otávio de Noronha, determinou a prorrogação das prisões de envolvidos na Operação Mãos Limpas. Para 12 detidos, foi expedido alvará de soltura. A prisão temporária que se encerrava à meia-noite de terça-feira foi estendida até domingo (19).

Com a decisão, permanecerão presos, além do atual governador do Amapá, o ex-governador e candidato ao Senado Antônio Waldez Góes; o presidente do Tribunal de Contas do Estado, José Júlio de Miranda Coelho; o ex-secretário de Educação José Adauto Santos Bitencourt; o secretário estadual de Segurança, Aldo Alves Ferreira, e o empresário Alexandre Gomes de Albuquerque.

O ministro acatou o pedido do Ministério Público Federal (MPF), que argumentou a necessária da prorrogação para garantir o andamento das investigações, de modo a não comprometer os depoimentos em curso.

Mais Sobre Política - Nacional

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

 Há pelo menos seis anos, setores do governo brasileiro estudam construir quatro grandes hidrelétricas, duas delas na Região Norte, uma delas em Rondô

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta segunda-feira o PL 2438/19 de autoria da deputada Mariana Carvalho (RO) e do deputado Rafael Motta que

Justiça partidária condena PT em Curitiba e blinda PSDB em São Paulo

Justiça partidária condena PT em Curitiba e blinda PSDB em São Paulo

Implacável para condenar lideranças do PT na República de Curitiba, a Justiça brasileira não mostra o mesmo furor para investigar e julgar os tucanões

FGTS: Anúncio sobre saques fica para a próxima semana, diz Onyx

FGTS: Anúncio sobre saques fica para a próxima semana, diz Onyx

O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou que o anúncio da liberação de saques das contas ativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviç