Porto Velho (RO) terça-feira, 22 de janeiro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Justiça aceita denúncia contra MLST


Agência O GloboBRASÍLIA - O juiz Ricardo Augusto Leite, da 10ª Vara da Justiça Federal, acolheu a denúncia oferecida pelo Ministério Público Federal e instaurou processo criminal contra os 116 integrantes do Movimento pela Libertação dos Sem Terra (MLST) que invadiram e depredaram o interior da Câmara dos Deputados, em junho. Segundo reportagem do jornal "O Globo", a primeira fase será a da instrução do processo e coleta de provas. Os acusados serão ouvidos um por um, e terão direito a apresentar suas testemunhas. A expectativa é de que o processo será longo.Os militantes foram denunciados pelo Ministério Público com base na Lei de Segurança Nacional (LSN) e são acusados de cometer crime político, lesão corporal e dano contra o patrimônio público.Os 116 manifestantes foram divididos em dois grupos. A maior parte deles, oitenta militantes, está no chamado grupo "A", e são os que estão enquadrados da LSN.Além da baderna, eles participaram da reunião preparatória do ato, na véspera, que ocorreu na sede da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag). Os outros 36 vão responder ao processo por lesão corporal, dano ao patrimônio público e desobediência.Os sem-terra foram libertados do Complexo Penitenciário da Papuda graças à intervenção do governo federal, que acabou ajudou na defesa deles. O ouvidor agrário nacional, Gercino José da Silva, e a superintendente do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) em Pernambuco, Maria de Oliveira, enviaram documentos à Justiça que interferiram na decisão do juiz de soltar os militantes do MLST.

Mais Sobre Política - Nacional

GENTE QUE MUITO PULA

GENTE QUE MUITO PULA

É melhor ficar quieto e deixar que pensem que você talvez tenha errado do que mexer-se e tirar a dúvida

HASTA LA VISTA, BAMBINO

HASTA LA VISTA, BAMBINO

Césare Battisti buscou a proteção de Evo Morales, seu aliado de esquerda.

Jair Bolsanaro assina decreto e  pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

Jair Bolsanaro assina decreto e pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

A partir do decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro hoje (15), no Palácio do Planalto, cidadãos brasileiros com mais de 25 anos poderão compra

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

São casos exemplares que demonstram comportamentos opostos dos governos