Segunda-feira, 15 de julho de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Jovens demoram mais para deixar a casa dos pais, diz pesquisa


Agência O Globo BRASÍLIA - Quase metade dos jovens brasileiros nunca deixou a casa dos pais. O costume, que virou símbolo dessa geração, foi comprovado por uma pesquisa concluída neste ano pela Unesco, intitulada "Juventude, juventudes: o que une e o que separa". Segundo o estudo, 49,3% dos jovens entre 15 e 29 anos sempre moraram com os pais. Mas um detalhe é ainda mais surpreendente: entre os que já moraram fora por um período superior a seis meses, 25,5% voltaram atrás na decisão. O grupo que mais volta para a casa dos pais depois de ter alcançado a independência é composto por garotas e garotos de bom nível econômico, das chamadas classes A e B. Nesse segmento, estão 40,2% dos jovens com esse tipo de experiência. Para a pesquisadora que coordenou o estudo, Miriam Abramovay, a autonomia tardia dos brasileiros está ligada ao mercado de trabalho, cada vez mais fechado para adolescentes e jovens adultos. Pais incentivam os filhos a permanecer em casa A psicóloga Márcia Portela, especialista nessa faixa etária, vai além. Para ela, os jovens têm como meta não só encontrar um emprego, mas uma atividade profissional que garanta a manutenção de um padrão de vida com o qual estão acostumados. Em contrapartida, essa geração - pelo menos na fatia mais abastada - não é mais pressionada para sair de casa e constituir família. Muito pelo contrário: pais fazem questão de manter os filhos em casa por mais tempo. - Os pais compactuam com isso e, muitas vezes, boicotam a saída do jovem. Se há 30 anos os pais podiam ajudar os filhos a comprar uma casa, hoje eles arrumam a própria casa para mantê-los perto por mais tempo - avalia. Essa resistência em ingressar por inteiro na vida autônoma tem feito muitos pais adaptarem suas casas às necessidades dos filhos adultos. Dos entrevistados, 20,7% relataram que os pais permitem levar o namorado - ou namorada - para dormir em casa. Além disso, 39,2% têm permissão para chegar tarde. ( Leia a íntegra da reportagem no jornal 'O Globo')

Gente de OpiniãoSegunda-feira, 15 de julho de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

STF tem maioria para determinar recálculo de cadeiras na Câmara dos Deputados

STF tem maioria para determinar recálculo de cadeiras na Câmara dos Deputados

O Supremo Tribunal Federal (STF) formou nesta sexta-feira (25) maioria de votos para determinar que a Câmara dos Deputados faça a redistribuição do

Governo Federal se compromete a incluir plano de carreira da ANM na LOA 2024

Governo Federal se compromete a incluir plano de carreira da ANM na LOA 2024

O Sindicato Nacional dos Servidores das Agências Nacionais de Regulação (SInagências) conseguiu uma solução direta do governo após intensa articulaç

Deputado estadual Pedro Fernandes será o relator da CPI das Reservas em Rondônia

Deputado estadual Pedro Fernandes será o relator da CPI das Reservas em Rondônia

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Reservas foi instaurada em Rondônia para investigar possíveis irregularidades nos processos de criação

Ministro Paulo Pimenta trata sobre parceria entre Rede IFES de Comunicação Pública, Educativa e de Divulgação científica com a EBC e o Governo Federal

Ministro Paulo Pimenta trata sobre parceria entre Rede IFES de Comunicação Pública, Educativa e de Divulgação científica com a EBC e o Governo Federal

Na tarde dessa segunda-feira (06), o ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (SECOM), Paulo Pimenta, esteve r

Gente de Opinião Segunda-feira, 15 de julho de 2024 | Porto Velho (RO)